PROCESSO SELETIVO 2019 | Inscrições Abertas! | Matrícula gratuita + 50% de desconto na mensalidade de agosto*

*CONSULTE O REGULAMENTO

Inscreva-se!

Notícias

Talento para salvar vidas

10/04
por Uninove

Jovem troca batina por Medicina, e como aluno torna-se inventor 

Evandro Jr. apresenta protótipo paraProf. Eduardo Storópoli

O futuro médico criou e desenvolveu um simulador com a mesma eficiência dos atuais modelos, porém com um diferencial: a produção de baixo custo.A intensa jornada de estudo de Evando Junior, 23 anos, aluno do 4º semestre de Medicina UNINOVE – campus Guarulhos, não o impediu de inovar e revolucionar o atual modelo de simulador para a Capacitação em Suporte Básico para Vida.

O modelo de Evando é o ¨Iosephus¨- José em Latim – e irá favorecer a formação de leigos e profissionais da Saúde, em treinamentos que salvam vidas.

Natural de Rialma, cidade de 8 mil habitantes, a 200 Km de Goiânia – GO, Evandro ficou conhecido pela habilidade em desconstruir brinquedos, carrinhos, robôs, teclados etc. “Eu queria desvendar os mecanismos de articulação e como funcionava o impulso elétrico dos movimentos¨, conta o estudante que é ligado no canal ¨Manual do Mundo¨.

No Ensino Médio, uma de suas professoras passou o filme ¨Patch Adams¨, a história fez acender em Evandro uma vocação para servir o próximo, mas seu aparente ¨pavor¨ de situações que envolviam ferimentos graves e sangue direcionou sua vocação para ser padre.

Aos 17 anos, entrou para o Seminário, onde estudou Latim, Filosofia, Música, Oratória e todas as disciplinas que envolviam a formação de um padre, mas foi na rodoviária de Goiânia e de um jeito muito trágico, que Evandro decidiu trocar a batina pelo jaleco da Medicina. O rialmense viu uma criança deficiente engasgar com uma pipoca, conseguiu livrá-la da pipoca, mas não do óbito.

Assim, fez cursinho e ingressou na primeira turma da Medicina UNINOVE Guarulhos. Longe da família, mas cada vez mais perto de realizar um sonho, o estudante que já patenteou a invenção, quer encontrar no mercado o mesmo apoio que tem na Universidade e reproduzir ¨manequins de simulação realística¨, mais acessíveis como o ¨Iosephus¨, para que leigos e educadores aprendam as noções básicas de como salvar vidas.

Na UNINOVE, o estudante também recebeu total apoio para desenvolver outros dois protótipos e seu pioneirismo é uma grande contribuição para o estudo e a pesquisa que associa inovação tecnológica para suporte básico de Saúde.

Relacionados