ALT + 1

Ir para o conteúdo

ALT + 2

Ir para o menu

ALT + 3

Ir para o rodape

Tamanho do texto:

ALT + 4

A

+

|

ALT + 5

A

-

ALT + 6

Contraste1

ALT + 7

Contraste2

Processo Seletivo | Faça sua prova on-line | Matricule-se ainda esta semana para 2020/02 e ganhe
um chip VIVO com 20GB/mês*

*CONSULTE O REGULAMENTO

Inscreva-se!

Projeto de Pesquisa

Mestrado e Doutorado em Informática e Gestão do Conhecimento

 

LINHA DE PESQUISA: SISTEMAS INTELIGENTES
 
Projeto: Análise de formas por meio dos últimos levelings
2015 – Atual
Descrição:  os últimos anos os esforços em pesquisas na área de visão computacional têm sido crescentes, possibilitando o desenvolvimento de inúmeras aplicações em diversos segmentos da ciência e indústria. Esse crescimento tem sido motivado, em parte, pela disseminação de sensores capazes de adquirir imagens de alta qualidade e pelo surgimento de computadores com maior capacidade de processamento, o que possibilita abordar problemas mais complexos, como: analisar a forma de objetos em imagens. Em geral, em um problema típico de análise de formas, uma imagem de uma cena contendo o objeto de interesse é adquirida e segmentada de modo a isolar a forma do objeto de interesse. Posteriormente, a forma do objeto de interesse é representada para que possamos extrair características que descrevam a forma e assim reconhecê-la por meio de um classificador. Neste contexto, pretende-se explorar uma teoria baseada em operadores residuais definida no âmbito da Morfologia Matemática que nos permite reduzir um problema de análise de imagens em n problemas de análises de formas. Mais precisamente, este projeto busca realizar contribuições teóricas e metodológicas na classe de operadores residuais últimos levelings. Além disso, tem-se como meta construir e disponibilizar aplicações práticas dessa classe de operadores em problemas de análise de imagens.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Wonder Alexandre Luz Alves – Coordenador / Charles Ferreira Gobber – Integrante / Sidnei Alves de Araújo – Integrante / Ronaldo Fumio Hashimoto – Integrante / Alessandro Melo Deana – Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Auxílio financeiro.Número de orientações: 6

 

LINHA DE PESQUISA: MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL
 
Projeto: Dinâmicas populacionais com uso de autômatos celulares, redes complexas e teoria de jogos
2017 – Atual
Descrição: O espalhamento de doenças pode ser modelado por diversas ferramentas matemáticas, como autômatos celulares, sistemas multi-agentes, redes complexas, equações diferenciais ordinárias, entre outras. Ainda que autômatos celulares sejam usados quando se precisa de uma modelagem espacial, premissas como “indivíduos igualmente espalhados no reticulado” ou “indivíduos em diferentes estágios da doença homogeneamente misturados” normalmente são feitas em trabalhos, o que não corresponde à realidade na maioria dos casos. Doenças atuais, como as três transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, tem sua dinâmica bastante influenciada pela distribuição espacial dos focos do mosquito e da população à sua volta. Dada essa situação, esta proposta tem como objetivo explorar a influência do espaço na propagação de uma doença usando: autômatos celulares para modelar um terreno e como a população se distribui nesse espaço; redes complexas, para relacionar parâmetros topológicos à dinâmica espacial do espalhamento da doença; teoria de jogos, para levar em consideração conflitos de escolha dos indivíduos que precisam decidir se vacinam seus filhos, ou se obedecem a políticas públicas de combate à doença, e; equações diferenciais ordinárias, para que seja possível comparar os resultados com outros trabalhos da área e verificar até quando as premissas de espalhamento homogêneo são válidas. Por fim, espera-se aplicar esses modelos a grandes populações (com mais de 1.000.000 de indivíduos), e também a modelos de terrenos e população reais. OBJETIVO O objetivo do trabalho é montar um ambiente de alta capacidade de computação, baseado numa arquitetura de processamento paralelo em placas Nvidia Tesla P100 dedicadas. Associado com o uso do compilador PGI, espera-se que problemas desenvolvidos nas linguagens C/C++ sejam rapidamente adaptados para paralelizar as simulações. As frentes de trabalho do proponente se dividem em três partes: Modelagem e simulação de propagação da dengue, teoria evolucionária de grafos e modelos de evolução social. MOTIVAÇÃO O espalhamento de doenças pode ser modelado por diversas ferramentas matemáticas, como autômatos celulares, sistemas multi-agentes, redes complexas, equações diferenciais ordinárias, entre outras. Ainda que autômatos celulares sejam usados quando se precisa de uma modelagem espacial, premissas como “indivíduos igualmente espalhados no reticulado” ou “indivíduos em diferentes estágios da doença homogeneamente misturados” normalmente são feitas em trabalhos, o que não corresponde à realidade na maioria dos casos. Doenças atuais, como as três transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, tem sua dinâmica bastante influenciada pela distribuição espacial dos focos do mosquito e da população à sua volta. Dada essa situação, esta proposta tem como objetivo explorar a influência do espaço na propagação de uma doença usando: autômatos celulares para modelar um terreno e como a população se distribui nesse espaço; redes complexas, para relacionar parâmetros topológicos à dinâmica espacial do espalhamento da doença; teoria de jogos, para levar em consideração conflitos de escolha dos indivíduos que precisam decidir se vacinam seus filhos, ou se obedecem a políticas públicas de combate à doença, e; equações diferenciais ordinárias, para que seja possível comparar os resultados com outros trabalhos da área e verificar até quando as premissas de espalhamento homogêneo são válidas. Por fim, espera-se aplicar esses modelos a grandes populações (com mais de 1.000.000 de indivíduos), e também a modelos de terrenos e população reais. Bibliografia Chowell, G., Diaz-Dueñas, P., Miller, J. C., Alcazar-Velazco, A., Hyman, J. M., Fenimore, P. W., & Castillo-Chavez, C. (2007). Estimation of the reproduction number of dengue fever from spatial epidemic data. Mathematical Biosciences, 208(2), 571-589. Cissé, B., El Yacoubi, S., & Gourbière, S. (2016). A cellular automaton model for the transmission of Chagas disease in heterogeneous landscape and host community. Applied Mathematical Modelling, 40(2), 782-794. de Castro Medeiros, L. C., Castilho, C. A. R., Braga, C., de Souza, W. V., Regis, L., & Monteiro, A. M. V. (2011). Modeling the dynamic transmission of dengue fever: Investigating disease persistence. PLoS Neglected Tropical Diseases, 5 (1), 1-14. Esteva, L., & Vargas, C. (1999). A model for dengue disease with variable human population. Journal of mathematical biology, 38 (3), 220-240. Schimit, P. H. T., & Monteiro, L. H. A. (2009). On the basic reproduction number and the topological properties of the contact network: an epidemiological study in mainly locally connected cellular automata. Ecol. Model., 220 , 1034-1042
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: PEDRO HENRIQUE TRIGUIS SCHIMIT – Coordenador / FABIO HENRIQUE PEREIRA – Integrante / Fernanda Moran Menezes – Integrante  / ABIMAEL RODRIGUES SERGIO – Integrante / PAULO RICARDO BATISTA MESQUITA – Integrante
Financiador(es): Associação Educacional Nove de Julho / CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO / FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE SAO PAULO

 

 

 

LINHA DE PESQUISA: GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO
 
Projeto: Inteligência Analítica aplicada no apoio à tomada de decisão nas organizações
2014 – Atual
Descrição: Atualmente, empresas, indivíduos, governos e organizações civis produzem e armazenam grandes volumes de dados digitalizados, tanto estruturados, na forma de sistemas de arquivos ou bancos de dados relacionais e dimensionais, quanto não- estruturados, como arquivos de texto, imagens, vídeos e sons. Esses dados contêm informações que podem ser úteis às decisões na organização que os possui, mas o grande volume, a velocidade com que são gerados, e a variedade de suas formas tornam difíceis as descobertas de conhecimento relevante, a partir apenas dos fatos que eles representam. Essa complexidade dificulta a análise com o uso de ferramentas e métodos computacionais convencionais como a geração de relatórios e as consultas a bases de dados. Nesse sentido, é fundamental a utilização extensiva de dados, análises quantitativas e estatísticas, técnicas da Inteligência Computacional, modelos explicativos e preditivos para uma análise baseada em fatos que oriente decisões e ações. A esse uso das informações denomina-se Inteligência Analítica. As técnicas de Inteligência Analítica oferecem tecnologia, teoria e método para a manipulação de dados estruturados e não-estruturados e a descoberta de conhecimento neles encerrado. O uso da Inteligência Analítica permite estender a análise dos dados por meio da descrição e diagnóstico (conclusões), da capacidade preditiva (tendências) e prescritiva (alternativas a seguir) a partir do processamento contínuo dos dados operacionais, o que amplia o conhecimento para tomada de decisão, além de permitir a automatização de decisões a partir de padrões mapeados. O presente projeto tem por objetivo aplicar a Inteligência Analítica no apoio à tomada de decisão nas organizações de diversos ramos de atividades como: bancário/financeiro, comércio varejista, informática, logística, automotivo, indústria, saúde, transportes e Internet/sites.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: RENATO JOSE SASSI – Coordenador / ANDERSON CAVICHIOLI VALERIO– Integrante / ANDREA MARTINIANO DA SILVA– Integrante / CARLOS DE OLIVEIRA AFFONSO– Integrante / CLEBER GUSTAVO DIAS – Integrante / DOMINGOS MARCIO RODRIGUES NAPOLITANO– Integrante / EDQUEL BUENO PRADO FARIAS– Integrante / ELENICE GONCALVES DE SOUSA CONCEICAO– Integrante / FERNANDA THAIS PEREIRA MORGADO– Integrante / IVANIR COSTA – Integrante / LEONARDO APARECIDO DE CARVALHO– Integrante / MARCELO DRUDI MIRANDA– Integrante / PAULO HENRIQUE RIBEIRO DE OLIVEIRA– Integrante / PRISCILA CRISTINA SILVA– Integrante / RICARDO MARQUES BARREIROS– Integrante / RICARDO PINTO FERREIRA– Integrante / SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Integrante
Financiador(es): Associação Educacional Nove de Julho / EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELEGRAFOS – (Pós-Graduação – Eixo Estratégico)

 

LINHA DE PESQUISA: SISTEMAS INTELIGENTES
 
Projeto: Inteligência computacional aplicada na otimização, inspeção e controle da qualidade de processos, produtos e serviços
2015 – Atual
Descrição: Neste projeto objetiva-se estudar, desenvolver e aplicar algoritmos de Inteligência Computacional, principalmente métodos heurísticos e metaheurísticos, sistemas multiagentes, redes neurais artificiais e de reconhecimento de padrões, na otimização, inspeção e controle da qualidade de processos, produtos e serviços.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Coordenador / ANDRE FELIPE HENRIQUES LIBRANTZ – Integrante / CLEBER GUSTAVO DIAS – Integrante / CRISTIAN DERICK PAULINO ROSARIO – Integrante / MARIHA MARTINS ALVES PEREIRA– Integrante / CLEBER GUSTAVO DIAS – Integrante / PEDRO HENRIQUE TRIGUIS SCHIMIT– Integrante / PETERSON ADRIANO BELAN – Integrante / RENATO ALESSANDRO ROCHA SANTOS– Integrante / RENATO JOSE SASSI – Integrante / STANLEY JEFFERSON DE ARAUJO LIMA– Integrante / THIAGO PASCHOAL DOM PEDRO – Integrante / WONDER ALEXANDRE LUZ ALVES – Integrante.
Financiador(es): Associação Educacional Nove de Julho / CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO

 

LINHA DE PESQUISA: GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO
 
Projeto: Investigação e Aplicação de Modelos de Tecnologia da Informação e Gestão do Conhecimento integrados à estratégia das organizações
2015 – Atual
Descrição: A informação e o conhecimento são recursos fundamentais ao sucesso das organizações contemporâneas. Este projeto de pesquisa busca analisar e desenvolver, sob uma perspectiva interdisciplinar, métodos, modelos, técnicas, práticas e ferramentas voltados à gestão da informação e à gestão do conhecimento nas organizações. Tais iniciativas são fundamentais para a criação e sustentação de estratégias voltadas ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de pessoas, sistemas, processos, produtos e serviços das organizações
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: MARCOS ANTONIO GASPAR – Coordenador / BRUNO DE ARAUJO – Integrante / EDGARD DIAS DA SILVA – Integrante/ FABIO LUIS FALCHI DE MAGALHAES – Integrante / IVANIR COSTA – Integrante / JOSE CARMINO GOMES JUNIOR – Integrante / MARCIO SHOITI KUNIYOSHI – Integrante / MARIA HELENA MAURO – Integrante / RENATO JOSE SASSI – Integrante
Financiador(es): Associação Educacional Nove de Julho
LINHA DE PESQUISA: SISTEMAS INTELIGENTES
 
Projeto: Modelagem e aplicação de sistemas inteligentes no monitoramento e controle de processos e máquinas elétricas
2016 – Atual
Descrição: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo investigar a modelagem e a aplicação de técnicas inteligentes, especialmente as redes neurais, a lógica fuzzy e/ou sistemas híbridos, no monitoramento das condições operacionais de máquinas elétricas rotativas, em condições normais e também em falhas, bem como no controle de grandezas como o torque, a velocidade, entre outras.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: CLEBER GUSTAVO DIAS – Coordenador / FABIO HENRIQUE PEREIRA – Integrante
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Auxílio financeiro.

 

LINHA DE PESQUISA: MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL
 
Projeto: Modelagem e inteligência computacional aplicadas na otimização de processos e no apoio à decisão
2016 – Atual
Descrição: Neste projeto investiga-se o uso da modelagem e da inteligência computacional no planejamento, otimização e controle de operações nos setores industriais e de serviços, tendo como objetivo a melhoria nos processos, a redução dos riscos e o apoio à decisão
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: ANDRE FELIPE HENRIQUES LIBRANTZ – Coordenador / CLEBER GUSTAVO DIAS – Integrante / FABIO COSME RODRIGUES DOS SANTOS – Integrante / FERNANDO JOSE COSSA – Integrante / JOSE VINICIUS DA SILVA SOUZA – Integrante / LINCOLN NAGAKI– Integrante./ MARCO ANTONIO CAMPOS BENVENGA– Integrante / MAURO DE MESQUITA SPINOLA – Integrante / RICHARDSON SANTOS DOS REIS– Integrante / SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Integrante…
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – Auxílio financeiro / CIA DE SANEAMENTO BASICO DO ESTADO DE SAO PAULO SABESP .

 

LINHA DE PESQUISA: SISTEMAS INTELIGENTES
 
Projeto: Tecnologias Computacionais para Inspeção Visual Automática da Qualidade de Produtos Industriais e Agrícolas
2015 – Atual
Descrição: O presente projeto visa o estudo das malhas de controle relacionadas à operação do regulador de tensão, no caso do gerador, e aquelas ligadas ao funcionamento do regulador de velocidade, no caso da turbina, com a finalidade de propor técnicas alternativas de controle e/ou complementares para tais equipamentos, aplicando modelos de inteligência artificial, como as redes neurais artificiais e os sistemas baseados em lógica fuzzy, para fins de simulação computacional.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Coordenador / ANDRE FELIPE HENRIQUES LIBRANTZ – Integrante / JOSE CARLOS CURVELO SANTANA – Integrante / MARIHA MARTINS ALVES PEREIRA – Integrante / PETERSON ADRIANO BELAN – Integrante / WONDER ALEXANDRE LUZ ALVES – Integrante / MAURO DE MESQUITA SPINOLA – Integrante / RICHARDSON SANTOS DOS REIS– Integrante / SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Integrante.
Financiador(es): CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO

 

LINHA DE PESQUISA: GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO
 
Projeto: Tecnologia da Informação e Gestão do Conhecimento voltadas à melhoria de processos de negócios
2015 – Atual
Descrição: Este projeto tem por objetivo o desenvolvimento de soluções em tecnologia da informação para mapear, modelar e analisar informações e conhecimentos necessários à melhoria de processos de negócio. Investiga-se também as tecnologias e processos, a Governança e a Gestão de TI, bem como seus modelos e normas da qualidade que impactam as empresas. Como potencial de inovação o projeto atua na pesquisa e desenvolvimento no uso da informação e do conhecimento em todas as áreas das organizações.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Integrantes: IVANIR COSTA – Coordenador / ADALBERTO RAMOS CASSIA – Integrante / ANDRE RONALDO RIVAS– Integrante / GABRIEL LIMA FELIX – Integrante / IAGO APARECIDO ALMEIDA LEAL – Integrante / MARCOS ANTONIO GASPAR – Integrante / MBITO BORGES DE MAGALHAES LOURENCO – Integrante / NILSON SALVETTI – Integrante / RENAN DA SILVA LEAO – Integrante / RENATO JOSE SASSI– Integrante / WASHINGTON CARVALHO DE SOUSA– Integrante.
Financiador(es): Associação Educacional Nove de Julho

 

LINHA DE PESQUISA: SISTEMAS INTELIGENTES
 
Projeto: Visão computacional aliada à iluminação coerente aplicada a processos de diagnóstico em Odontologia.
2016 – Atual
Descrição: Nos últimos anos os esforços em pesquisas na área de visão computacional têm sido crescentes, possibilitado o desenvolvimento de inúmeras aplicações práticas em diversos segmentos da indústria e da saúde. Este crescimento tem sido motivado por um maior acesso a câmeras de vídeo de baixo custo que são capazes de adquirir imagens com qualidade e o surgimento de computadores com maior capacidade de processamento que possibilitam abordar problemas mais complexos. Entretanto, mesmo com o surgimento de novos equipamentos, a visão computacional tem se limitado ao estudo de imagens iluminada por uma fonte de luz branca e não coerente, desta maneira negligenciando o fato de que a simples troca da fonte de iluminação por uma fonte de luz coerente (laser) pode oferecer mais informações a respeito da imagem do que as metodologias convencionais. Neste projeto pretende-se explorar técnicas de visão computacional associadas à iluminação coerente em aplicações de diagnóstico médico – odontológico.
Situação: Em andamento.
Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos:
Integrantes: ALESSANDRO MELO DE ANA – Coordenador / JOAO HENRIQUE DAMAZIO – Integrante / JOAO VAGNER PEREIRA DA SILVA – Integrante / LUCIANO GILLIERON GAVINHO – Integrante / LUIZ CARLOS DA SILVA – Integrante / SANDRA KALIL BUSSADORI – Integrante / SIDNEI ALVES DE ARAUJO – Integrante
Financiador(es): FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE SAO PAULO