ALT + 1

Ir para o conteúdo

ALT + 2

Ir para o menu

ALT + 3

Ir para o rodape

Tamanho do texto:

ALT + 4

A

+

|

ALT + 5

A

-

ALT + 6

Contraste1

ALT + 7

Contraste2

Ainda dá tempo! | Incrições Abertas | Matricule-se esta semana e ganhe:
3 mensalidades grátis*

*CONSULTE O REGULAMENTO

Inscreva-se!

Eventos

Arquitetura e Urbanismo

DuraçãoFormaçãoModalidadePreçosUnidades
10 semestresArquiteto e UrbanistaPresencialClique aquiMemorial, Santo Amaro e Vila Prudente

Diante do avanço de casos do COVID-19 na cidade de São Paulo, informamos que, por medida preventiva, o seminário “Política Urbana nas Eleições Municipais 2020”, está cancelado.

Em momento oportuno, pretendemos divulgar a futura data de sua realização.

Agradecemos a compreensão de todos.

Diretoria Acadêmica do curso Arquitetura e Urbanismo


 

 

Uninove promove Seminário “A política urbana nas eleições municipais 2020”

O Seminário “A Política Urbana e as Eleições Municipais 2020” é uma realização do curso de Arquitetura e Urbanismo, em conjunto com o Mestrado Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE.

Será realizado no campus Vergueiro (Rua Vergueiro, 235/249 – Liberdade / SP).

O evento abordará temas relacionados às cidades que impactam o dia a dia do cidadão, principalmente os problemas urbanos, como trânsito, poluição e desigualdades sociais. Pretende-se discutir não somente esses problemas, mas destacar as inovações, as boas práticas e as melhores referências para se promover um planejamento urbano que realmente proporcione um modelo sustentável de cidade.

Considerando que em 2020 acontecerão as eleições para prefeitos e vereadores, compreende-se que essa seja uma oportunidade de se realizar um amplo debate sobre a política urbana no país.

Confira os painéis de cada dia durante o evento:

  • PAINEL DE ABERTURA | Desafios do novo marco regulatório da política urbana em São Paulo

    Coordenador: Prof. Ms. Daniel Todtmann Montandon (UNINOVE)

    Palestrante: Prof. Dr. Fernando de Mello Franco (FAU Mackenzie) | O novo marco regulatório da política urbana em São Paulo

    Debatedores:

    Prof. Dr. Wilson Levy (UNINOVE)

    Anaclaudia Rossbach (Aliança de Cidades)

     

  • PAINEL 1 | Os marcos internacionais e nacionais de sustentabilidade e política urbana

    Coordenação: Wilson Levy (Uninove)

    Jonatas de Paula (ONU Habitat) | Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Nova Agenda Urbana (NAU)

    Clovis Ultramari (PUC PR) | Influências internacionais sobre o pensar e o gerir as cidades brasileiras

    José Júlio Rodrigues Vieira (Prefeitura de Belo Horizonte) | Desafios para a implementação da NAU na escala local

    Daniela de Cassia (Prefeita de Monteiro Lobato) | Desafios para a implementação da NAU na escala local

     

     

     

  • PAINEL 2 | Financiamento do desenvolvimento urbano

    Coordenação: Dimas Eduardo Ramalho (TCE)

    Prof. Ms. Daniel Todtmann Montandon (UNINOVE) | Financiamento do desenvolvimento urbano: panorama geral

    Paulo Sandroni (FGV) | Instrumentos de financiamento do desenvolvimento urbano

    Bruno Dantas (UNINOVE) | Desafios para a gestão das PPP urbanas

    João Antonio (TCM) | Controle das contas públicas

  • PAINEL 3 | Políticas e ações estratégicas de habitação

    Coordenação: Prof. Ms. Daniel Todtmann Montandon (UNINOVE)

    Inês Magalhães | Inovação e financiamento de políticas de habitação

    Rosana Denaldi (UFABC) | Política municipal de habitação

    Marcos Boldarini (Escola da Cidade) | Urbanização de favelas

    Andre Czitron | Produção privada da moradia social

    Flavio Amary (Secretário de Habitação do Estado de São Paulo) | Política estadual de habitação

     

     

  • PAINEL 4 | Mobilidade urbana sustentável

    Coordenação: Carlos Leite (Uninove)

    Luiz Cortez (Metrô) | Os desafios para implementação de sistemas sustentáveis de transporte público urbano

    Danielle Hoppe (ITDP) | Experiências relevantes de mobilidade urbana sustentável

    Meli Malatesta | O pedestre no centro da mobilidade urbana

    Edison Alberto Escobar Osorno | A experiência de mobilidade urbana em Medellín

     

  • PAINEL 5 | Sustentabilidade ambiental urbana

    Coordenação: Tatiana Tucunduva Philipi Cortese (Uninove)

    Carlos Nobre | O impacto das mudanças climáticas nas cidades

    Eduardo Jorge | O caráter transversal da política ambiental

    Daniela Libório (PUC-SP) | A sustentabilidade ambiental no direito à cidade

    Paulo Saldiva | Políticas de saúde e planejamento urbano

     

  • PAINEL 6 | A metrópole de São Paulo em debate

    Coordenação: Geraldo Alckmin (Uninove)

    Bruno Covas (Prefeito do Município de São Paulo ) | Politica urbana no município de SP

    Regina Meyer (FAUUSP) | A dimensão metropolitana e territórios estratégicos de transformação

    Jorge Abraão (Rede Nossa São Paulo) | Estudo de indicadores sobre a cidade de São Paulo

    Claudio Bernardes (SECOVI) | A atuação do mercado imobiliário na RMSP

     

  • Palestrantes e debatedores

    Anacláudia Rossbach

    Anacláudia Rossbach, natural de São Paulo, Brasil, é Mestre em Economia Política, e, embora tenha iniciado sua vida profissional como auditora externa, vem trabalhando nos últimos 18 anos na área habitacional realizando pesquisa, trabalhando no setor público, fundando uma instituição não governamental, como assessora externa de governos, e colaborando com o Banco Mundial, universidades e think tanks sem fins lucrativos.

    Trabalhou boa parte de sua vida profissional no Brasil, mas também participou de uma vasta e diversa gama de iniciativas, projetos, atividades de intercâmbio de conhecimento e conferências etc. em nível internacional. Em sua vida profissional, teve a oportunidade de prestar suporte e assessoria a stakeholders chaves do setor urbano no Brasil, mas também em uma série de países, tais como as Filipinas, China, Índia, Bangladesh, Sri Lanka, África do Sul, Moçambique, Angola, Egito, Namíbia, Bolívia e Peru.

    É cofundadora da Interação, afiliada brasileira do Slum Dwellers International – SDI, e ocupou o cargo de Diretora Executiva da entidade por 10 anos, apoiando a organização das comunidades nas favelas de São Paulo e Recife.  Além disso, também apoiou sua expansão para a Bolívia e a fundação da afiliada local da SDI nesse país.

    Trabalhou como consultora do Banco Mundial na área de habitação e governança metropolitana, provendo assistência técnica e produtos de conhecimento. Em nível nacional, no Brasil, trabalhou em estreita colaboração com o Ministério das Cidades (2005 – 13) assessorando e participando ativamente de grandes reformas históricas no setor da habitação, tais como o Programa de Aceleração do Crescimento (urbanização de favelas), o programa de habitação subsidiada “Minha Casa, Minha Vida” e o Plano Nacional de Habitação, também contribuindo para o marco programático e regulatório geral desses programas e de iniciativas de capacitação através de modalidades de ensino à distância.

    No Brasil, também apoiou o governo estadual do Rio de Janeiro no estabelecimento de uma nova gestão e governança para a área metropolitana do Rio de Janeiro e contribuiu com policy papers para apoiar o plano e visão de longo prazo São Paulo 2040.  Como consultora do Banco Mundial, integrou uma equipe de assistência técnica na área de habitação social e urbanização de favelas para promover reformas de políticas públicas nas Filipinas no período de 2012 a 2014.   Durante o processo preparatório à Conferência Habitat III integrou a Policy Unit 3, sobre Políticas Urbanas Nacionais, área em que está ativamente engajada. Atualmente, ocupa a posição de Gerente Regional para a América Latina e o Caribe do Cities Alliance, sendo responsável por elaborar a estratégia da organização para a região assim como por gerenciar projetos e parcerias.


    Andre Czitron

    André Czitron (1983) é formado em Engenharia Civil pelo Mackenzie e pós-graduado em História da Arte pela Faap. Há 19 anos trabalha no setor de Construção Civil.

    Em 2016, tornou-se sócio da MagikJC , um empresa com 47 anos de história, 150 empreendimentos e que, desde 2009, constrói  empreendimentos do “Minha Casa Minha Vida”. A partir de 2016, o foco da empresa passou a ser os projetos MCMV no Centro de São Paulo para famílias com renda até 6 salários. Os prédios são desenvolvidos por arquitetos renomados c intuito de democratizar o acesso ao design e boa arquitetura.

    A Magikjc e a única empresa do setor de habitação econômica certificada pelo Sistema B- um reconhecimento global de empresas que geram impacto social por meio de seus negócios.

    É fundador e gestor do acervo CSC, que incentiva a produção de jovens artistas plásticos brasileiros com pouco acesso ao mercado da arte.


    Bruno Dantas

    Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) desde 2014. Doutor e Mestre em Direito (PUC-SP). Possui Pós-Doutorado em Direito pela UERJ, com pesquisas  desenvolvidas na Cardozo School of Law (Nova York) e no Max Planck Institute for Regulatory Procedural Law (Luxemburgo) em 2017.

    Por onze anos foi consultor legislativo do Senado Federal especializado em direito processual civil (2003/2014), tendo ingressado na carreira por concurso público de provas e títulos. Exerceu por quatro anos o cargo de Consultor-Geral, por eleição de seus pares e nomeação do Presidente do Senado (2007/2011). Presidiu a Comissão de Juristas designada pela Câmara dos Deputados para elaborar propostas legislativas de aperfeiçoamento da gestão governamental e aperfeiçoamento do sistema de controle da Administração Pública. Compôs a Comissão de Juristas instituída pelo Presidente do Senado Federal para elaborar anteprojeto de novo Código de Processo Civil (2009/2010).

    Representou a Presidência do Senado Federal no Comitê Interinstitucional de Gestão do II Pacto Republicano (2009). Compôs o Conselho Nacional de Justiça (2011/2013) e o Conselho Nacional do Ministério Público (2009/2011). Atualmente é Professor Titular do Mestrado em Direito da UNINOVE (São Paulo) e Professor Visitante do Mestrado em Direito da Regulação da FGV Direito-Rio. É autor de inúmeros artigos científicos e dos livros “Recurso Extraordinário, Recurso Especial e a nova função dos tribunais superiores no direito brasileiro”, em coautoria com Teresa Arruda Alvim (Editora Revista dos Tribunais), “Repercussão Geral: perspectivas histórica, dogmática e de direito comparado – questões processuais” e Teoria dos Recursos Repetitivos: tutela pluri-individual nos recursos dirigidos ao STF e ao STJ – (Editora Revista dos Tribunais).

    Organizou diversas coletâneas de artigos, como “Constituição de 1988: o Brasil 20 anos depois” e Revista de Informação Legislativa Especial sobre o novo CPC. (Secretaria de Edições Técnicas do Senado Federal), O Papel da Jurisprudência no STJ – (Editora Revista dos Tribunais), Repercussão Geral da Questão Constitucional – (Editora Forense) e Novas Tendências do Processo Civil – (Editora JusPodvm). É o Secretário-Geral da Associação Brasileira de Direito Processual Constitucional.

     


    Bruno Covas
    Prefeito do Município de São Paulo


    Carlos Leite

    Após cursar Engenharia Agrícola-Ambiental na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ; 1983-86), obteve Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Belas Artes de São Paulo (1991), Mestrado e Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas pela Universidade de São Paulo (1997 e 2002) e Pós-Doutorado em Urban Economic Sustainable Development pela Universidade Politécnica da California (CalPoly, 2004), onde foi professor visitante.

    É Professor Adjunto II, PPI, da Universidade Presbiteriana Mackenzie (professor de projeto/graduação; membro permanente da pós-graduação).

    Em 2011 foi Visiting Scholar, Center for Sustainable Urban Development, Columbia University e na Parsons, NY.

    Em 2012 foi Visiting Scholar, College of Environmental Design, UC Berkeley.

    Foi professor visitante na Fundação Dom Cabral (Cidades Globais).

    Foi pesquisador no projeto Urban Age Global Cities (London School of Economics/Mackenzie).

    Foi membro do Conselho da Cidade, Prefeitura do Rio de Janeiro.

    Foi Diretor da São Paulo Urbanismo, Prefeitura de S. Paulo, 2017.

    Possui curso na Universidade de Harvard em capacitação de gestores públicos no desenvolvimento da 1a. infância (Projeto Urbanismo e 1ª Infância, 2017).

    Possui cursos no Lincoln Institute of Land Police em Instrumentos de financiamento urbano e mobilização da valorização do solo (2017/8).

    É autor do livro “Cidades Sustentáveis, Cidades Inteligentes” (Bookman, 2012; finalista Prêmio Jabuti).

    É consultor em instituições multilaterais (BID, CAF, UNESCO), nacionais e internacionais e junto ao setor público, privado e ONGs.

    É assessor ad hoc da FAPESP.

    É membro da Comissão de Mobilidade Urbana do CAU.sp. É pesquisador convidado do Programa Cidades Globais e Membro do Grupo de Pesquisa Saúde e Espaço Urbano, ambos no Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP).

    Em 2018 ingressou como Professor Colaborador no Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da Uninove.

    É Diretor de Stuchi & Leite Projetos e Consultoria, possuindo expertise em Desenvolvimento Urbano Sustentável, Projetos Urbanos, Instrumentos urbanos, Planos Estratégicos, Planos Diretores, estruturação de PPPs urbanas, OUCs e Projeto de Intervenção Urbana (PIU).

    Coordena o Projeto de Pesquisa Instrumentos Urbanos Inovadores e Urbanismo Social.

    É editor e autor de três capítulos do livro “Social Urbanism in Latin America. Instruments of Planning and Financing” (Springer Nature, 2019).


    Carlos Nobre
    É um climatologista brasileiro. Formou-se em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em 1974, e obteve o doutorado em Meteorologia pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), EUA, em 1983. Dedicou sua carreira científica principalmente à Amazônia e à ciência climática nos Institutos Nacionais de Pesquisa da Amazônia (INPA) e Pesquisas Espaciais (INPE).

    Lançou originalmente há quase 30 anos a hipótese de “savanização” da Amazônia em resposta a desmatamentos. Vem estudando os riscos para a Amazônia do desmatamento, mudanças climáticas e aumento dos incêndios florestais. Em 2016, lançou o conceito da “Terceira Via Amazônica”, como uma alternativa para o desenvolvimento sustentável da região. Exerceu as funções de Secretário Nacional de P & D do Ministério da Ciência e Tecnologia e Presidente da CAPES. É membro estrangeiro da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Mundial de Ciências. Recebeu o Prêmio Volvo Ambiental em 2016, a Medalha Von Humboldt da EGU em 2010 e foi um dos autores do IPCC AR4, premiado com o Prêmio Nobel da Paz em 2007.

    Atualmente, é pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados da USP, Coordenador Científico do Instituto de Estudos Climáticos da UFES e Presidente do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas.

     


    Claudio Bernardes
    Engenheiro Civil – Escola de Engenharia Mauá (IMT)
    Master of Engineering – University of Sheffield (U.K.)
    Especialização em Engenharia de Produção para Construção Civil (Fund. Vanzollini – USP)
    Professor da cadeira de Desenvolvimento Urbano
    MBA em Gestão de Negócios Imobiliários – ESPM
    Ex Presidente do Secovi -SP
    Presidente do Conselho Consultivo do Secovi-SP
    Presidente do Conselho de Gestão da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Municipio de São Paulo
    Membro – Governing Council . Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS)
    Membro – Conselho de Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo
    Colunista da Folha de São Paulo Diretor
    Presidente da Ingaí Incorporadora S/A.

     


    Clovis Ultramari
    Prof. Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana e Territorial da PUC-PR e Coordenador da área de planejamento Urbano/Regional e demográfica da CAPES.

    Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano pela Universidade Federal do Paraná. Professor permanente junto ao Programa de Pós-graduação em Gestão Urbana, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e ao Programa de Pós-graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento, da Universidade Federal do Paraná.

    Projetos de pesquisa e temas de interesse: Aspectos epistemológicos do urbano, Gestão Urbana, Grandes Projetos Urbanos; Circulação de Ideias no estudo das Cidades, Literatura e Cidade, América Latina.

    Coordenador da Área de Planejamento Urbano e Regional e Demografia da CAPES.

    Coordenador da Área Estratégica Cidades da PUCPR.

    Pesquisador visitante junto à UCLA / Los Angeles, The George Washington University / Washington-DC, e MIT / Massachusetts Institute of Technology / Cambridge. Bolsista produtividade CNPq.


    Prof. Ms. Daniel Todtmann Montandon (UNINOVE)
    Arquiteto e urbanista (UNESP/Bauru, 2001). Mestre em Planejamento Urbano e Regional (FAUUSP, 2009). Doutorando na FAUUSP, tendo iniciado em 2017.

    Possui 15 anos de experiência em planejamento urbano na administração pública, tendo ocupado diversos cargos e funções. Destaque para os cargos de Diretor de Planejamento Urbano no Ministério das Cidades (2008 a 2011), tendo atuado no apoio à implementação do Estatuto da Cidade nas cidades brasileiras; e de Diretor do Departamento de Uso do Solo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo (2013 a 2016), tendo sido responsável pela coordenação da revisão da lei de zoneamento (Lei 16.402/16) e participado da revisão do Plano Diretor Estratégico (PDE) 2014.

    No campo da docência foi Professor de Urbanismo na Escola da Cidade (2013 a 2020), na Unesp/Bauru (em 2017) e na Universidade São Judas Tadeu (2018 a 2019). Atualmente exerce a função de Diretor de Arquitetura e Urbanismo na UNINOVE e de consultor em planejamento urbano, com destaque no apoio à implementação de instrumentos de planejamento urbano


    Daniela de Cassia

    Nasci em Monteiro Lobato-SP em 20 de junho de 1979. Sou formada em Pedagogia, Pós-Graduada em Gestão de Políticas Sociais pela FMU/SP e Pós-Graduanda no MBA em Gestão e Inovação de Cidades Inteligentes/ FACENS.

    Fui certificada pela Petrobrás e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no curso “Integrando a Agenda 2030 para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” (ODS). No ano de 2012 eu fui eleita Prefeita de Monteiro Lobato e reeleita no ano 2016 para meu segundo mandato. Em 72 anos, desde a emancipação política do município, me tornei a primeira mulher da história a liderar o governo lobatense.

    Minha atuação política foi reconhecida nacionalmente por tratar-se de um modelo de gestão eficaz e com responsabilidade com os gastos públicos, além da implementação de programas de desenvolvimento em diversas áreas em prol da população, com foco nos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável-ONU). Também sou Diretora da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), onde coordeno a Região Sudeste e atuo na interlocução nacional da região junto ao Movimento Municipalista.

    Sou integrante ativa do Movimento Mulher Municipalista (MMM), que aborda a liderança feminina e a incidência da mulher na política brasileira com ações que visam a elaboração e gestão de políticas públicas para o desenvolvimento de uma nova cultura no que diz respeito ao papel das mulheres nos cargos públicos. Em janeiro de 2020, eu fui eleita para o cargo de Diretora de Turismo da Federação de Hotéis, Bares e Similares do Estado de São Paulo (FHORESP), entidade que tem a finalidade de desenvolver o turismo em todo o estado de São Paulo.


    Daniela Libório
    Profa. Do Programa de Estudos Pos graduados em Direito da PUC- SP e conselheira da OAB/ Federal.

    Advogada, professora da PUC/SP na graduação e pós graduação. Graduada em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1988), mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996), doutorado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e especialização em “Políticas Ambientais e Globalização” pela Universidade Castilla La Mancha, Espanha (2010).

    Fez Pós-Doutorado na Universidad de Sevilla sobre o tema “Gestão Normativa das Águas para Consumo “, em 2011.

    Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU) 2013-2017.

    Conselheira Federal 2019-2021.

    Presidente da Comissão Especial de Direito Urbanístico do CFOAB.

    É coordenadora do Grupo de Pesquisa em Meio Ambiente Urbano.

    Áreas centrais de atuação: direito público, direito urbanístico, direito ambiental.


    Danielle Hoppe

    É arquiteta e urbanista graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Mestre em planejamento urbano pela McGill University (Montreal, Canadá). Atua no ITDP Brasil como Gerente de Transportes Ativos.

    Danielle é responsável por projetos relacionados com mobilidade apé, além de participar de iniciativas de políticas públicas, planejamento cicloviário e gestão de demandas por viagens.

    Possui experiência em análise e planejamento urbano em organizações públicas e privadas, assim como no terceiro setor. Participou de iniciativas de cooperação técnica da Agência de Desenvolvimento Internacional Canadense na Bolívia e em Honduras, onde atuou nas áreas de gestão de resíduos sólidos e sustentabilidade do desenvolvimento turístico.

    Antes de sua participação efetiva na equipe do ITDP, Danielle foi consultora do Instituto e fez parte da coordenação da conferência “Urban Age 2013 – Transformações Urbanas”, realizada no Rio de Janeiro pela London School of Economics and Political Sciences.

     


    Dimas Eduardo Ramalho
    Formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo, Dimas Ramalho construiu carreira política como deputado estadual e federal. Sua atuação no campo do controle externo, primeiro como membro do Ministério Público e hoje como Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, sempre colocou a transparência e o diálogo institucional como pilares estratégicos. Também exerceu cargos do primeiro escalão no Poder Executivo do Estado e do município de São Paulo.
    – Atuação Institucional de Controle Externo
    – Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), desde 2012. É o atual Corregedor da instituição, foi Vice-presidente em 2015 e, Presidente em 2016.
    – Foi membro do Ministério Público do Estado de São Paulo. Ingressou na carreira de Promotor de Justiça em 1980. Em 1994, tornou-se Procurador de Justiça.
    – Atuação Política e Administrativa
    • Deputado Federal pelo Estado de São Paulo.
    • Deputado Estadual no Estado de São Paulo.
    • Secretário de Serviços do Município de São Paulo.
    • Secretário de Habitação do Estado de São Paulo.
    • Secretário-Adjunto da Secretaria de Estado de Esportes e Turismo.
    • Presidente do Centro Acadêmico “XI de Agosto”, da Faculdade de Direito da USP.
    – Formação e Atuação Acadêmica
    – Bacharel em Direito, Universidade de São Paulo (Faculdade de Direito do Largo São
    Francisco).
    – Coordenador dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito da Universidade
    Nove de Julho (UNINOVE).


    Edison Alberto Escobar Osorno

    Será informado em breve.


    Eduardo Jorge
    Médico sanitarista e político brasileiro, estudou Medicina na Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, entre 1968 e 1973. Especializou-se em Medicina Preventiva, na Universidade de São Paulo (USP), entre 1974 e 1975, e em Saúde Pública, também na USP, em 1976.

    Militou no movimento estudantil e no PCBR, em João Pessoa, a partir de 1968. Preso e processado por duas vezes – em João Pessoa, entre 1969 e 1970, e em São Paulo, entre 1973 e 1974), com base na Lei de Segurança Nacional. Atuou em movimentos populares na periferia de São Paulo, a partir de 1974, e organizou os primeiros conselhos populares de saúde, em 1978. Trabalhou como médico sanitarista da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

    Foi deputado estadual e federal pelo Partido dos Trabalhadores em várias legislaturas, de 1983 a 2003. Em 1991, propôs a remoção das marcas comerciais de medicamentos – um pontapé inicial para os futuros medicamentos genéricos.


    Fernando de Mello Franco
     Arquiteto e urbanista, doutor em Estruturas Ambientais Urbanas pela FAUUSP.
    Professor da Universidade Mackenzie.
    Consultor e pesquisador para empresas, instituições não governamentais e órgãos multilaterais.
    Colabora com o Banco Mundial na estruturação de políticas e projetos urbanos no Brasil, América Latina e África.
    Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo e Presidente da SP Urbanismo (2013-2016).
    Diretor de Urbanismo do URBEM (2017-2019).
    Sócio Fundador do MMBB Arquitetos (1990-2012).
    Colaborador Associado do Arquiteto Paulo Mendes da Rocha (1996-2012).


    Flavio Amary
    Será informado em breve.


    Geraldo Alckmin

    Médico-anestesiologia e acupuntura
    Professor Universitário – UNINOVE
    Vereador e Prefeito de Pindamonhangaba
    Deputado Estadual e Federal
    Vice Governador do Estado de São Paulo
    Governador do Estado de São Paulo – 3 mandatos


    Inês Magalhães
    Consultora independente, especialista em habitação social e desenvolvimento urbano. No último período tem trabalhado como consultora sênior para Banco Mundial para habitação e desenvolvimento urbano do Banco Mundial e consultora para habitação social da ONU-Habitat.
    Entre 2003 – 2016 trabalhou no Ministério das Cidades onde foi Secretária Nacional de Habitação e Ministra Cidades.

    Durante seu mandato houve a reestruturação institucional, jurídica e programática do setor habitacional do país. Coordenou importantes programas federais como PAC – Urbanização de Assentamentos precários e o Programa “Minha Casa Minha Vida”.

    Como consultora de instituições privadas e não-governamentais, coordenou processos de planejamento estratégico de administrações municipais e de projetos de urbanização de favela em diversas cidade no pais .

    Foi chefe de gabinete na Administração Regional da Se da Prefeitura de São Paulo entre 1989 – 1992 .

    Foi Diretora de Projetos e Secretária de Desenvolvimento Urbano em São Vicente – São Paulo de 1993 – 1996 .


    João Antonio
    Será informado em breve.


    Jorge Abraão

    Será informado em breve.


    Jonatas de Paula
    Analista de Programas no ONU-Habitat desde 2017 no estado de Alagoas, onde atualmente é implementado um projeto em parceria com o Governo do Estado. O projeto desenvolve atividades de produção de dados, informações, diagnósticos e estratégias qualificados com o objetivo de para promover políticas inclusivas e sustentáveis na capital Maceió, com foco em seus assentamentos precários.

    Trabalhou com a gestão de projetos no Brasil, Sri Lanka, Reino Unido e Dinamarca junto a instituições governamentais e organizações da sociedade civil, especialmente voltados ao tema urbano e ao desenvolvimento social. Trabalhou na ONU Habitat Sri Lanka (2016) com avaliação de projetos habitacionais na capital Colombo, analisando aspectos da metodologia de mobilização social, financiamento, design das moradias e infraestrutura social dos novos bairros, com o objetivo de contribuir para a formulação de uma nova política nacional de revitalização urbana. Trabalhou no Consulado Geral da Dinamarca (2010-2014) como conselheiro para energia, meio ambiente e saneamento, onde liderou a implementação e formulação de projetos de cooperação estratégica no setor de saneamento entre Brasil e Dinamarca. Também atuou no estabelecimento do escritório da ONG TETO Brasil (2007-2009), onde foi diretor responsável pelo planejamento de mobilização social e realização de pesquisas socioeconômicas junto a comunidades em assentamentos precários na Grande São Paulo. Mais recentemente, trabalhou no Instituto Pólis (2016-2017), onde contribuiu com o planejamento estratégico de eventos e ações de advocacy e comunicação do projeto Plataforma Global pelo Direito à Cidade para a Conferência da ONU para Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III).

    É mestre em Planejamento Urbano e Regional pela LSE – London School of Economics and Political Science, Universidade de Londres, e bacharel em Relações Internacionais pela USP – Universidade de São Paulo. Paulista de São Bernardo do Campo, Jônatas é fluente em português, inglês e espanhol.


    José Júlio Rodrigues Vieira
    Subsecretário Municipal de Planejamento Urbano
    Servidor da Prefeitura de Belo Horizonte desde 2005, José Júlio é mestre em Arquitetura e Urbanismo e bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais.


    Luiz Cortez

    Formado pela FAU/USP, especialista em Planejamento de Transportes e em Gestão Ambiental. Diretor da AEAMESP (Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô) e Coordenador Executivo da ILATS (Iniciativa Latino‐Americana para o Transporte Sustentável).

    Trabalha no Metrô de São Paulo desde 1986, onde é Especialista em Meio Ambiente e Sustentabilidade.

    Já foi chefe do departamento de projetos funcionais, coordenador de Relações Institucionais e Assessor Técnico na Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

    Atualmente, ocupa o cargo de gerente de Planejamento, Integração e Viabilidade dos Transportes Metropolitanos do Metrô de São Paulo.


    Marcos Boldarini
    Arquiteto e urbanista
    Professor universitário na Escola da Cidade.
    Coordena e desenvolve projetos de urbanismo, arquitetura e paisagismo, há 20 anos.
    Autor de projetos premiados no Brasil e no exterior.
    Um dos representantes do Brasil na XII Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, em 2010.
    Titular do escritório Boldarini Arquitetos Associados, com trabalhos nas bienais internacionais de arquitetura de Veneza (2002, 2010, 2012, 2014 e 2018), Roterdã (2009 e 2012), Quito (2010), Buenos Aires (2013) e São Paulo (2011 e 2013), premiado nas três últimas.


    Meli Malatesta
    É arquiteta e urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É mestra e doutora em Mobilidade Urbana Ativa – Mobilidade a Pé e Cicloviária pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Sua vida profissional com 35 anos de CET foi totalmente voltada à Mobilidade Ativa onde participou e coordenou em políticas e planos para pedestres e ciclistas.

    Atualmente trabalha como consultora em políticas públicas, planos e projetos para a Mobilidade Urbana Ativa. Como professora ministra palestras e cursos de capacitação, Pós- graduação e especialização para gestão e políticas públicas nesta área.

    Também é a idealizadora e presidente da Comissão Técnica de Mobilidade a Pé e Acessibilidade da ANTP, conselheira de ongs e blogueira do Pé de Igualdade, um dos blogs do Portal Mobilize. É autora dos livros: “Pé de Igualdade” publicado pela Editora Prismas e “A Rede da Mobilidade a Pé” publicado pela Editora Annablume.

     


    Paulo Saldiva
    Será informado em breve.


    Paulo Sandroni

    Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo(1964) e mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(1982).

    Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia dos Recursos Humanos.

    Atualmente é professor da Escola de Administração de Empresas da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo. Até 2007, foi também professor da Faculdade de Economia e Administração da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É fellow do Lincoln Institute of Land Policy, instituição que se dedica a questões relacionadas com a tributação, uso e regulação do solo.


    Regina Meyer
    Arquiteta e Professora Titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo  – FAUUSP . Especialização em “Urban Design and Urban Planning – AA  Architectural  Scholl of Architecture. Londres / Inglaterra (1977/1978).

    Mestrado (M.Sc) em Arquitetura e Urbanismo pela  Barttlet School of Archicture of the University College da London University  (1977/1979).

    Doutorado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAUUSP

    Livre Docência pela FAUUSP (2004)

    Titular pela FAUUSP com a tese “São Paulo Cidade Metropolitana” (2006)

    Coordenadora do Projeto Temático da FAPESP (2006 / 2011) Tema do Projeto: “A nova etapa da história metropolitana de São Paulo.” (Dinâmica urbana, novas territorialidades na cidade metropolitana).

    Consultora Sênior para o projeto SP 2040: a cidade que queremos coordenado pela para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU)  da Prefeitura Municipal de São Paulo (2012).

    Consultora Sênior do Plano de Ação da Macrometrópole Paulista (PAM) – Análise de aspectos urbanos e urbanísticos para elaboração do Plano de Ação 2013-2040 para a Empresa de Planejamento do Estado de São Paulo (2014).

    Consultora Sênior para o Projeto “Identificação e análise dos eixos urbanos situados em diferentes escalas da macrometrópole paulista” para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU)  da Prefeitura Municipal de São Paulo (2012)

    Coordenadora do Laboratório de Urbanismo Metropolitano – LUME –  criado na Faculdade de |Arquitetura e urbanismo da Universidade de São Paulo em 2000.

    Membro do Conselho Administrativo da Empresa de Planejamento do Estado de São

    Paulo – EMPLASA, 2001-2019.

    Membro do Conselho Administrativo da Empresa Municipal de Urbanização de São Paulo

    EMURB da Predeitura de São Paulo (2005/2009).

    Membro do Conselho da São Paulo Urbanismo – SP-Urbanismo é uma empresa público

    que se originou da cisão da Empresa Municipal de Urbanização ( 2005/2012)

    Editora do número temático sobre São Paulo para a Revista Iberoamerica de Urbanismo

    riURB. Título da publicação  São Paulo e seus Territórios Urbanos Contemporâneos”. Publisher

    riURB / Universitat Politècnica de Catalunya Número 12/ 2015 ISSN e: 2013-6242 (2015/2016)

    Autora dos livros “São Paulo Metrópole” IMESP / EDUSP  (2004) e “A leste do Centro” IMESP ( 2010)


    Rosana Denaldi

    Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Católica de Santos (1986), especialização em Política Habitacional e Urbana pelo IHS – Institute for Housing and Urban Development Studies (Roterdam, 1992) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2003).

    Foi secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação da Prefeitura de Santo André.

    Atualmente é Professora Associada da Universidade Federal do ABC, vinculada ao Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas e ao Programa de Mestrado e Doutorado em Planejamento e Gestão do Território.

    Tem experiência na área de habitação e planejamento urbano, atuando principalmente com os temas: política habitacional, urbanização de favelas, gestão urbana e ambiental, planejamento urbano e regional.


    Tatiana Tucunduva Philipi Cortes
    Pesquisadora de Pós Doc da USP, no Instituto de Estudos Avançados, Programa Cidades Globais.
    Doutora em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da USP.
    Mestre em Saúde Pública pela USP.
    Especialista em Direito Ambiental pela Faculdade de Direito e Faculdade de Saúde Pública da USP.
    Graduada em Direito pela UniFMU.
    Professora da UNINOVE do Mestrado Acadêmico em Cidades Inteligentes e Sustentáveis – PPGCIS.
    Professora da FGVLAW.
    Autora dos livros “Cidades Inteligentes e Sustentáveis” e “Mudanças Climáticas: do global ao local”.
    Pesquisa nas áreas de Cidades Inteligentes e Sustentáveis; Planejamento Urbano e Regional; Direito Ambiental; Mudanças Climáticas.


    Wilson Levy

    Advogado. Doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com estágio de pós-doutoramento em Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.
    Pós-doutorando em Direito da Cidade pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
    Mestre em Direito pela Universidade de São Paulo.
    Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Filosofia e Teoria Geral do Direito, Direito Constitucional, Direito Urbanístico e Direito Ambiental.
    Professor convidado na Universidade de São Paulo, na Universidade Federal de Goiás, na Escola Paulista da Magistratura e na Escola Paulista de Direito (EPD), nas Faculdades de Campinas (FACAMP) e na Damásio Educacional.
    Membro do Núcleo de Estudos de Direito Urbanístico da Escola Paulista da Magistratura.
    Membro efetivo da Comissão de Direito Urbanístico da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de São Paulo (OABSP), de 2016 a 2019.
    Associado do GT Filosofia e Direito da Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (ANPOF).
    Diretor do programa de Pós-Graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE.
    Membro do Núcleo de Estudos Urbanos da Associação Comercial de São Paulo.
    Membro da Comissão do 12º Concurso Público de Provas e Títulos de Outorga de Delegações de Notas e Registros do Estado de São Paulo, representando a Ordem dos Advogados do Brasil – seção de São Paulo.


     

Coordenação geral: 

  • Prof. Ms. Daniel Todtmann Montandon (Diretor do curso de Arquitetura e Urbanismo)
  • Prof. Dr. Wilson Levy Braga da Silva Neto (Diretor do Mestrado de Cidades Inteligentes e Sustentáveis)