ALT + 1

Ir para o conteúdo

ALT + 2

Ir para o menu

ALT + 3

Ir para o rodape

Tamanho do texto:

ALT + 4

A

+

|

ALT + 5

A

-

ALT + 6

Contraste1

ALT + 7

Contraste2

Processo Seletivo | Faça sua prova on-line | Matricule-se ainda esta semana para 2020/02 e ganhe
um chip VIVO com 20GB/mês*

*CONSULTE O REGULAMENTO

Inscreva-se!

Apresentação

(NOVO) Ciências Forenses – Atualidades e Relevância Prática na Solução de Casos Penais

DuraçãoModalidadePeríodo
72h (24 aulas)TelepresencialNoturno

Raros são os cursos de pós-graduação que oferecem ao profissional do Direito uma ampla incursão na área das Ciências Forenses, de vital importância para a investigação criminal e para o estabelecimento e análise crítica da hipótese acusatória. Nos termos do art. 158 do Código de Processo Penal, quando a infração deixar vestígios, será indispensável o exame de corpo de delito. Por sua vez, dispõe o art. 158-A do mesmo diploma legal, na recente redação pela Lei nº 13.964/2019 (Pacote Anticrime), que se considera “cadeia de custódia o conjunto de todos os procedimentos utilizados para manter e documentar a história cronológica do vestígio coletado em locais ou em vítimas de crimes, para rastrear sua posse e manuseio a partir de seu reconhecimento até o descarte”. Como avaliar de forma integrada os dados da história do caso, os achados da autópsia ou achados clínicos e dos exames físico e de imagem? Como examinar, de forma crítica, um laudo de exame de corpo de delito? Como se fixar a cadeia de custódia probatória nos crimes digitais? Como se estabelecer a dinâmica de um crime e sua autoria, a partir dos vestígios coletados, para corroborar ou não a hipótese investigatória?

O exercício profissional na área criminal pressupõe, mais do que nunca, uma constante atualização de conhecimentos e o aperfeiçoamento de habilidades. Com esses objetivos, a Uninove oferece sua nova Extensão em Ciências Forenses, um curso moderno e dinâmico, focado no estudo de temas contemporâneos de Medicina Legal, nas áreas de Tanatologia, Traumatologia, Sexologia Forense, Psiquiatria Forense e Toxicologia Forense; de Antropologia Forense, Balística Forense, de Criminalística e de Perícia nos Crimes Digitais (compreendendo o estudo dos crimes praticados por intermédio de mídias sociais e da deep web, bem como das perícias em computadores e celulares).

No campo das novíssimas questões periciais, será estudada a Histopatologia Forense, notadamente a questão dos exames complementares anatomopatológicos e sua utilidade nas necropsias criminais, como, por exemplo, os achados histológicos em casos de asfixia, afogamento, aspiração e inalação; os achados histopatológicos em traumas por agentes físicos (calor, frio, fogo, eletricidade, radiação, gases e raios) e os achados histológicos nos casos de abuso de drogas e álcool.