Linhas de Pesquisa

Mestrado e Doutorado em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde

Bases Celulares e Moleculares da Biofotônica

A linha Bases Celulares e Moleculares da Biofotônica aglutina os estudos pré-clínicos capazes de reproduzir situações semelhantes às principais doenças estudadas no PPG. Neste contexto, objetiva-se fornecer subsídios consistentes para utilização da fototerapia em estudos clínicos e no tratamento de doenças.

Na linha Bases Celulares e Moleculares da Biofotônica, estão alocados 8 projetos:

– Efeitos da Fototerapia no processo inflamatório: visa investigar o mecanismo de ação de fontes de luz em diferentes aspectos do processo inflamatório utilizando modelos experimentais capazes de reproduzir situações semelhantes às principais doenças inflamatórias.

– Avaliação in vitro dos efeitos da fototerapia: o objetivo deste projeto é analisar in vitro os efeitos da fototerapia utilizando diferentes parâmetros dosimétricos sobre o mecanismo molecular e celular.

– Aplicações da terapia fotodinâmica: visa avaliar a atuação dos diferentes tipos de emissão e aplicações de luz e de corantes na terapia fotodinâmica utilizando modelos in vivo e in vitro.

– Efeitos da fototerapia no sistema músculo esquelético: visa investigar os efeitos de diferentes fontes de luz no reparo/regeneração do sistema músculo esquelético após diferentes tipos de lesão.

– Efeitos da fototerapia nas doenças articulares: visa investigar os efeitos de diferentes fontes de luz nas alterações das estruturas articulares.

– Efeitos da Fototerapia nas doenças pulmonares: este projeto tem por objetivo investigar os efeitos terapêuticos de diferentes fontes de luz sobre a inflamação pulmonar e a hiper atividade de vias aéreas.

– Papel da fototerapia nas doenças cardíacas: este projeto se propõe a avaliar o potencial cardioprotetor do LBI nas doenças cardíacas por meio da utilização de diferentes modelos experimentais.

– Fototerapia e poluição ambiental e ocupacional: este projeto visa investigar os efeitos terapêuticos de diferentes fontes de luz em modelos experimentais de poluição ambiental e ocupacional.

Aplicações Terapêuticas da Biofotônica

A linha Aplicações Terapêuticas da Biofotônica visa estudar a utilização das fontes de luz para o tratamento de doenças humanas em diferentes sistemas como: tegumentar, estomatognático, músculo esquelético, cardio respiratório e na atividade física. Neste contexto, objetiva investigar e estabelecer os parâmetros ideais para utilização clínica de LASERs e LEDs, assim como, a determinação da eficácia e a capacitação de profissionais da área de saúde para o uso racional da terapia.

Na linha Aplicações Terapêuticas da Biofotônica, estão alocados 7 projetos:

– Aplicações clínicas da fototerapia na cicatrização: este projeto visa estudar diferentes regimes de entrega de luz LASER e LED nos processos de reparo tecidual e redução microbiana, com objetivo de otimizar o uso destas fontes de luz e determinar protocolos seguros e eficazes que possam ser empregados como coadjuvantes ou alternativos aos tratamentos tradicionais.

– Aplicações clínicas da terapia fotodinâmica: tem como objetivo realizar estudos translacionais que estabeleçam parâmetros e avaliem os efeitos clínicos da terapia fotodinâmica nas diversas áreas da saúde.

-Aplicações da fototerapia no sistema estomatognático e biomateriais: objetiva estudar as aplicações da fototerapia com finalidades diagnósticas e terapêuticas em doenças e disfunções do sistema estomatognático. Visamos avaliar os efeitos da interação da luz com os tecidos biológicos e interação entre a luz e os diversos materiais restauradores odontológicos, procurando determinar protocolos que possam ser aplicados para aumentar a eficiência ou estabelecer alternativas às terapias atuais.

– Biofotônica na atividade física e em doenças músculo esqueléticas: visa investigar os efeitos das fontes de luz em processos de fadiga muscular no esporte, assim como em doenças que apresentam a fadiga e alterações músculo esqueléticas como DTM, dor lombar crônica, cervicalgias, fibromialgia, etc. Além disso, o projeto visa estudar os efeitos de diferentes fontes de luz em lesões musculares, ligamentares e tendíneas, decorrentes da atividade física, além dos ajustes cardiovasculares e pulmonares, avaliando parâmetros ideais para utilização clínica, eficácia e possíveis efeitos adversos.

-Desenvolvimento de novas fontes luminosas para aplicações biológicas e diagnóstico: esse projeto tem como objetivo estudar, otimizar e desenvolver novas fontes de radiação eletromagnética não ionizantes para garantir a mais eficiente fotoação sobre as estruturas biológicas bem como diagnóstico por técnicas óticas.

-Utilização clínica dos lasers e leds em tecidos moles e duros: tem como objetivo estudar clinicamente os protocolos de utilização dos LASERs e LEDs, nos tecidos moles e duros nas diferentes áreas da Saúde. Estudar os efeitos da interação dos diferentes comprimentos de onda, principalmente com tecidos moles e duros, estabelecendo a eficácia e a segurança de protocolos previamente determinados, coadjuvantes ou alternativos aos tratamentos tradicionais.

– Óptica e fotônica aplicada ao sistema tegumentar: projeto que objetiva o estudo translacional sobre o comportamento e as propriedades da luz e a tecnologia de análise da geração, transmissão e manuseio da radiação eletromagnética não ionizante no desenvolvimento de pesquisa translacional voltada para a pele e mucosa em especial nas áreas de dermatologia, ginecologia e cirurgia plástica, objetivando a restauração, reconstrução e melhora de sua estrutura e estética e funcional.