Notícias

Copa do Mundo da Rússia 2018

08/06
por Uninove

Se a Rússia já impressionava pela enorme dimensão de todo seu território, que chega a ocupar dois continentes (o Leste Europeu e o Norte da Ásia), agora com os holofotes voltados para si, o restante do planeta vai poder encantar-se ainda mais ao descobrir a riqueza multicultural e beleza de todas as cidades escolhidas para sediar os jogos da Copa do Mundo FIFA 2018, que acontece de 14 de junho até 15 de julho.


Ao todo, foram escolhidos 11 destinos para abrigar os estádios do mundial, sendo Moscou, capital do país, com 2 dos 12 palcos: o antigo Luzhniki que abrigará o jogo de abertura, a grande final, além de outros jogos e o recém-construído Spartak Stadium, inaugurado em setembro de 2014. E não é para menos, afinal a capital russa é o coração da tradição do país e um dos destinos turísticos mais conhecidos do mundo, abrigando a praça vermelha, o Kremlin, catedrais e palácios que beiram o Rio Moscou.

 

São Petersburgo, uma das cidades a receber os jogos da Copa do Mundo, é a segunda maior cidade da Rússia e considerada um grande centro cultural europeu. A antiga capital imperial dos czares é a casa de um dos maiores e mais famosos museus do mundo, o Hermitage. Em Peters, como é carinhosamente conhecida, a expressão artística não se resume apenas a pintura e quadros. A cidade também abriga uma das companhias de balés mais famosas do mundo, popularmente conhecido como Ballet Kirov do Teatro Marínski. Lá, a seleção brasileira fará um dos seus jogos da primeira fase no estádio Krestovsky.

Além das cidades mencionadas, os jogos também acontecerão em Nijny Novgorod, Volgogrado, Ekaterimburgo, Rostov-na-Donu, Saransk, Samara, Kaliningrado, onde está o menor estádio da Copa, com 35.212 lugares e Sochi, que abrigou a Olimpíada de Inverno de 2014.Já em Kazan, a capital da república do Tartaristão, acontecerão quatro jogos da fase de grupos, depois uma das oitavas de final e outra das quartas de final. A cidade é considerada um dos maiores centros industriais e financeiros de seu país e a terceira maior cidade de toda a federação Russa. Não apenas isso, por possuir maioria muçulmana, a cidade também é exemplo de multiculturalismo.

Todos os locais propostos e escolhidos como cidades-sede do torneio no maior país do mundo ostentam muita beleza, gastronomia marcante e cultura riquíssima. E se na antiga Rússia foram erguidos muitos palácios imperiais para impressionar e que continuam cumprindo esse papel, hoje os imponentes e belíssimos estádios não terão muito trabalho para manter essa tradição, conquistando o respeito dos torcedores e do restante do mundo durante os 64 jogos.

Confira um infográfico com os 12 estádios da Copa do Mundo FIFA 2018!

Relacionados