Ciências Sociais

O PIBID no âmbito do curso de Licenciatura em Ciências Sociais

O Curso de Ciências Sociais da Universidade Nove de Julho tem por objetivo reforçar o caráter ético e cidadão do seu alunado, além de instruir sobre o campo de atuação da Ciências Sociais. Todas as Atividades ofertadas tentam integrar e promover a igualdade, a equidade, o entendimento das diferenças e como tudo isso pode ser desenvolvido e reproduzido dentro da sala de aula e fora dela.

A partir dessa diretriz o Projeto PIBID Ciências Sociais UNINOVE procura privilegiar dentro de suas ações o debate sobre a igualdade, a diferença, as minorias, a cidadania, o micro e o macro na sociedade a qual os alunos estão inseridos, os processos políticos internos e externos à instituição de ensino, dentre outros eventos que integram o cotidiano de uma sociedade e que, por consequência, fazem parte do dia-a-dia das escolas parceiras, pois, como sabiamente constatado por vários estudiosos, as Escolas não atuam num vácuo social e isso deve ser explorado no ideário dos alunos.

Acreditamos que com isso promoveremos valores focados na alteridade e na democracia, no relativismo e na contribuindo para o engrandecimento dos estudantes atendidos pelo PIBID, que passarão a ressignificar o preconceito e os variados tipos de discriminação nas relações existentes entre os membros da sociedade.

Vale ressaltar que os temas transversais da Sociologia no Ensino Médio (que é o nome das C. Sociais nesse nível da Educação básica) seguem essa linha de raciocínio, o que nos impulsiona ainda mais na empreitada de promover, dentro do projeto PIBID, o reconhecimento da diversidade e da participação coletiva.

Mas como debater esses temas os quais muitas vezes os alunos acham maçante? Como aproximar tais temáticas do cotidiano escolar, fazendo com que essas conversas se tornem agradáveis? Mais que isso, como desenvolver e instigar os alunos dentro dessas temáticas, no sentido de que se sintam à vontade de transbordá-la para fora das salas de aula as quais os Pibidianos UNINOVE atuam? Nossa tática foi aplicar os métodos da Educomunicação. Com ele, os meios midiáticos se transformam em recursos de ensino-aprendizagem e de participação para cidadania, mobilizando e promovendo o conhecimento “na” e “para a” escola pública. Tirar foto, montar um jornal mural, fazer um poema, um RAP, vídeo, um Sarau, programas na rádio da escola, teatro, etc… fazem parte do desenvolvimento de nossas atividades.

Atuamos em 4 escolas e cada uma conta com uma equipe de pelo menos 10 alunos, 1 supervisor e 1 coordenadores de área. Toda essa equipe é treinada para ir à campo e tudo é registrado para que relatórios de qualidade sejam produzidos.

Podemos citar também vários resultados nesses três anos de projeto. Os principais são: maior compreensão dos licenciandos sobre a realidade escolar, especialmente no que se refere aos espaços coletivos, ao corpo diretivo, aos educandos e aos índices de desenvolvimento escolar, tais como o SARESP; entendimento das tecnologias como instrumento para o desenvolvimento do ensino-aprendizagem; percepção sobre as características psicológicas do aluno; noção da importância da comunidade para o desenvolvimento da Escola; melhora nas atividades solicitadas ao Pibidiano enquanto estudante da Universidade, dentre outros.