Central do Aluno

Sobre a UNINOVE Visite a UNINOVE FMR FAC Avaliação Institucional Estágio e Carreira Pesquisas e Publicações Educação a Distância Central de Notícias Central de Eventos TV UNINOVE UNINOVE na Web Jornal da UNINOVE Sala de Imprensa
Biblioteca
Bolsas e Benefícios
Autenticidade dos certificados emitidos pela UNINOVE.

Central de Download
Acessibilidade » Para aumentar ou diminuir a visualização do conteúdo, segure a tecla Ctrl e pressione + ou - no seu teclado.

Ctrl + + = Aumenta o site.
Ctrl + - = Diminui o site.


Se preferir, use as teclas de atalho (acesskeys) para facilitar a sua navegação:
• No Internet Explorer, segure Alt + a tecla desejada.
• Em outros navegadores, segure Alt + Shift + a tecla correspondente.

Alt + T = Topo da página
Alt + B = Busca no portal
Alt + M = Menu principal
Alt + C = Início do Conteúdo
Todos os serviços

  Enviar por email Imprimir
   


Com quase 83 anos, Edson Gambuggi é um dos formandos da 1ª turma de Medicina da UNINOVE

Data: 16-07-2009
Fonte: UNINOVE
Por: UNINOVE

Com esse diploma, o aluno realiza mais um de seus desejos e marca, com grande estilo, a primeira formatura de médicos da universidade

Edson Gambuggi, com quase 83 anos, que serão completados em 28 de agosto, foi um dos estudantes mais homenageados na colação de grau da 1ª turma de Medicina da UNINOVE – inclusive pelo reitor da universidade, Prof. Eduardo Storópoli – realizada no dia 07 de julho. Isso porque ele é um exemplo de sucesso para todos. “O auditório estava lotado e todos me aplaudiram. Foram muitas emoções e, sem dúvida, a apoteose. Foi de arrepiar!”, disse o formando. E as felicitações não pararam por aí, já que nos dias seguintes houve a missa, o jantar e o baile para completar as comemorações. Mais momentos marcantes para o aluno!


"O auditório estava lotado e todos me aplaudiram. Foram muitas emoções e,
sem dúvida, a apoteose. Foi de arrepiar!”, comenta Gambuggi

Nascido em 1926, Gambuggi completou o curso de Farmácia em 1948 e, por cerca de 30 anos, foi proprietário de uma drogaria, no Ipiranga, bairro paulista. Em 1973, se formou em Direito e passou a atuar, também, na Justiça do Trabalho. Além disso, como trabalhou na imprensa falada – nas emissoras radiofônicas Tupi de São Paulo e do Rio de Janeiro, Rádio América, Rádio Marconi e Tamoio do Rio de Janeiro, por exemplo – conquistou o título de jornalista. Se não bastasse, casou-se em 1952 e teve três filhos, que se tornaram, respectivamente, médica, psicóloga e advogado.

A paixão pela Medicina começou antes de Gambuggi iniciar a sua primeira Graduação. Seu “velho pai”, como o chama com carinho, sugeriu que ele fizesse o curso no Rio de Janeiro, mas, como na época morava em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e não queria deixar a cidade e a família, preferiu cursar Farmácia. Mas o sonho de ser médico não ficou guardado na gaveta, mesmo com uma série de responsabilidades devido à família e às profissões.


Para ele, o curso oferecido pela UNINOVE "foi
excelente e não poderia ter sido melhor"

Em 1956, a sua vontade era cursar Medicina na Bolívia, mas, pela altitude e por ser hipertenso, desistiu. Depois, em 1958, fez uma nova tentativa de começar o curso – na Argentina e já com emprego garantido – mas no mesmo ano os diplomas argentinos de Medicina deixaram de valer no Brasil. Enfim, em 1971, Gambuggi iniciou Medicina em uma universidade da cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo, mas só pôde permanecer oito meses na instituição, pois na época as suas inúmeras ocupações – farmacêutico, funcionário público, pai e marido – o impediram de conciliar. Persistente, no ano seguinte pediu transferência para outra faculdade localizada em Santo André, também em São Paulo, onde cursou quase um ano; mas, como foi promovido no emprego público e gostaria de se dedicar mais à família, teve de interromper os estudos novamente. “Eu pretendia concluir, mas as dificuldades eram crescentes”, disse.

Só após deixar o serviço público e dar a atenção desejada aos filhos e à esposa, aos 77 anos, é que Gambuggi – ao saber que a UNINOVE ofereceria o curso de Medicina – se dedicou à sua paixão. Agora, ao chegar ao final dessa etapa, afirma que o curso oferecido pela universidade “foi excelente e não poderia ter sido melhor”. “Essa é a 1ª turma de Medicina formada pela instituição, mas a UNINOVE está muito bem no cenário e conta com professores de alto nível”, opinou. O formando, que não pretende fazer residência médica, fica na expectativa agora de clinicar.


“Essa é a 1ª turma de Medicina formada pela instituição, mas a UNINOVE está
muito bem no cenário e conta com professores de alto nível”, diz Gambuggi 

Por fim, emocionado, Gambuggi deixou um recado para todos: “A gente tem de sorrir, mesmo que o coração esteja dolorido. Se valham da minha luta e se espelhem nisso”.       
  Mais Recentes
 

22/09-Ciclo de Debates discute o papel do Administrador no varejo brasileiro

Evento foi realizado em comemoração aos 49 anos da profissão

15/09-Estão abertas as inscrições para o Programa Escola da Família

Programa beneficia participantes que realizam atividades em escolas

11/09-UNINOVE oferece atendimento odontológico para pacientes que necessitam de cirurgia oral

Procedimento realizado pela Clínica-escola de Odontologia está com inscrições abertas

05/09-UNINOVE abre inscrições para implante odontológico

Pacientes deverão comparecer à Clínica-escola levando radiografia panorâmica

05/09-Clínica-escola de Odontologia está com inscrições abertas para triagem

UNINOVE oferece atendimento para pacientes que precisam de diferentes tipos de próteses

 
Voltar Topo


Selecione abaixo uma de nossas unidades e clique ao lado para ter mais informações:




Vila Prudente
Av. Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 1363
(entrada pela Rua Itamumbuca, 229)
Veja como chegar

Mapa da região
Atendimento a Candidatos
© 2008 - 2011 UNINOVE
Todos os direitos reservados
Download Widget RSS da Notícia RSS do Evento Termos de Uso
e Política de Privacidade