Central do Aluno

Home
Processo Seletivo
Estrutura do Curso
Matriz Curricular
Corpo Docente
Produção Intelectual
Inserção Social
Projetos Financiados
Integração com a Graduação
Módulos Internacionais
Programa de Pós-Doutoramento
Repositório Científico
Suporte ao Discente
Acompanhamento do Egresso
Simpósio RIMAS
Eventos Científicos
Intercâmbios Institucionais
Qualificações e Defesas
Agenda de Atividades
Publicações
  Diretora:
Profa. Dra. Claudia Terezinha Kniess
E-mail: geas@uninove.br
End.: Av. Francisco Matarazzo, 612 -
Prédio C - 2º Andar - Água Branca.
CEP: 05001 - 100 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3665-9308

 

 

Apresentação do Programa

O Programa de Mestrado em Gestão Ambiental e Sustentabilidade (PMPA-GeAS) é o primeiro mestrado profissional em Administração na área ambiental e sustentabilidade do Brasil. Tem formado mestres profissionais com capacidade de desenvolver trabalhos de caráter técnico e científico na área da gestão ambiental e da sustentabilidade.

Excelente Avaliação: o PMPA-GeAS teve origem a partir do Programa de Pós-Graduação em Administração da Uninove, que obteve a nota “5” (cinco) na última avaliação da CAPES (2007-2009), posicionando-o entre os dez melhores programas do país.

Gratuidade: a UNINOVE proporciona gratuidade para todos os alunos aprovados para o ingresso nos cursos de Mestrado e Doutorado, custeando as taxas e mensalidades escolares.

Convênios Internacionais: o PMPA-GeAS mantém convênios com renomadas instituições internacionais para o desenvolvimento de pesquisas e intercâmbio de alunos e professores.

 

Projetos de Pesquisa

• Aspectos Estratégicos da Sustentabilidade [+ info]

Com o aumento da importância estratégica da inserção do tema sustentabilidade nas organizações, ocorre uma mudança de perspectiva: ao invés de serem consideradas somente as tradicionais medidas econômicas e financeiras de desempenho, já consagradas e consolidadas, surgem novos aspectos críticos para o desempenho organizacional, que passa a compreender também as questões ambientais e sociais. Assim, torna-se necessário entender os resultados das ações das organizações, não só internamente, mas igualmente no que se refere ao ambiente em que atuam de uma forma mais ampla e também na sua relação com os públicos com quem interagem e que podem influenciar (e/ou serem influenciados por) os elementos representados nos sistemas de mensuração do desempenho organizacional. A partir dessa perspectiva, busca-se analisar os aspectos estratégicos da inserção da sustentabilidade nos Sistemas de Mensuração de Desempenho (SMDs) das organizações, com foco em três grandes temas: sustentabilidade (estratégias e práticas), mensuração de desempenho (conceituação e modelagem) e indicadores de desempenho (particularmente os indicadores de sustentabilidade, a partir do conceito de Triple Bottom Line). Com isso, pretende-se verificar quais são os principais elementos relativos à sustentabilidade e de que forma é realizada sua mensuração nas organizações, em termos da importância que lhes são atribuídos pelas organizações. Docente Responsável: Prof. Dr. Flavio Hourneaux Junior e Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel.

Prof. Dr. Flavio Hourneaux Junior [Currículo Lattes]
Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel [Currículo Lattes]

• Avaliação Ambiental de Processos e Produtos [+ info]

Abrange o desenvolvimento de estudos voltados à gestão ambiental, cadeias de suprimentos e avaliação ambiental de processos e produtos sob a ótica da ecologia industrial. É dada ênfase a minimização de impactos ambientais associados a eco-inovação na minimização da geração de resíduos e emissões, na produção e no descarte dos produtos. Dentre os métodos e abordagens utilizados destacam-se: métodos de avaliação de aspectos e impactos ambientais, produção limpa, ecoeficiência, avaliação do ciclo de vida, logística reversa e outros métodos relacionados à implementação da responsabilidade compartilhada pelos produtos e seus resíduos. Docente Responsável: Profa. Dra. Claudia Echevenguá Teixeira.

Profa. Dra. Claudia Echevenguá Teixeira [Currículo Lattes]

• Gestão de Resíduos de Construção Civil [+ info]

Com o crescimento da construção civil, a geração de resíduos provenientes deste setor passou a consistir em um importante problema a ser sanado. Formas de reaproveitamento destes resíduos, muitas vezes na composição de novos materiais, e o desenvolvimento de modelos e ferramentas de gestão têm sido a tônica de diversos trabalhos apresentados ao meio técnico no intuito de se mitigar os efeitos causados pelo impacto da construção civil no meio ambiente, tanto natural, quanto urbano. Embora o manejo dos resíduos de construção e a utilização de técnicas de gestão apropriadas se constituam em soluções ambientalmente e economicamente viáveis, a discussão destas no meio técnico e científico ainda é recente. Dentre as alternativas de reciclagem dos resíduos de construção podem-se destacar as seguintes: produção de argamassa, agregados para concreto, blocos, tijolos, pavimentação de estradas, obras de drenagem, estabilização de encostas e recuperação topográfica etc. Entre as ferramentas de gestão, pode-se citar aquelas referentes as certificações ambientais “Green Building”, como Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), ACQUA entre outras, as quais avaliam as obras sob o aspecto da sustentabilidade, levando em consideração o projeto, a execução, manejo dos resíduos e formas de economia de recursos. Além do estudo das ferramentas de incorporação da variável ambiental no setor da construção civil, este projeto também se dedica ao desenvolvimento de novos materiais sustentáveis a serem utilizados nas obras, possibilitando difusão tecnológica, obtenção de patentes e parcerias com empresas e associações representantes da cadeia da construção civil. As pesquisas são desenvolvidas em cooperação com a Universidade do Porto (Portugal), com a ABRECON (Associação Brasileira para a Reciclagem de Resíduos da Construção e Demolição), construtoras e empresas do setor. Docente Responsável: Prof. Dr. João Alexandre Paschoalin Filho.

Prof. Dr. João Alexandre Paschoalin Filho [Currículo Lattes]

• Marketing Verde [+ info]

Este projeto abrange a investigação sobre práticas, modelos, processos e instrumentos de gestão, distribuição e consumo no contexto da sustentabilidade e suas interfaces com produção, logística, resíduos sólidos e descarte. Estuda as motivações, estratégias, formas de implantação e seus métodos, assim como as métricas desenvolvidas para avaliação dos resultados e ações positivas de educação para o consumo sustentável. Ferramentas de apoio incluem a análise, desenvolvimento e validação de escalas e indicadores, elaboração de relatos técnicos, avaliação de modelos de gestão e ensino, estudos comparativos sobre relatórios sociais e práticas de ensino associadas aos processos estudados. Como resultado espera-se propor alternativas de criação do conhecimento como ferramenta para construção de politicas de desenvolvimento sustentável das empresas. Docente Responsável: Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel.

Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel [Currículo Lattes]

• Sustentabilidade e Inovação Tecnológica em Projetos [+ info]

Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais e ambientais da sociedade humana. O projeto sustentável é aquele que gera retorno para a empresa e seus clientes sem causar impactos negativos (ou causando impactos positivos) aos outros stakeholders envolvidos. A sustentabilidade de um projeto está embasada em três aspectos: ambiental, social e econômico. A inovação está estritamente interligada à sustentabilidade, já que se destina a dar mais competitividade a uma tecnologia, ou descoberta tecnológica, de um produto ou processo. Nesse sentido, a política da sustentabilidade incentiva a inovação tecnológica e abre novos mercados. Dentro desse contexto, o projeto tem como objetivo caracterizar os elementos relacionados à sustentabilidade em projetos e avaliar seus impactos no gerenciamento dos projetos das organizações. Busca-se investigar a interface entre a sustentabilidade e a inovação tecnológica em projetos, como também os "habitats de inovação" (parques, incubadoras e pólos tecnológicos) que são espaços favoráveis ao processo de inovação contínua. Como resultado espera-se que a avaliação dos pontos de intersecção entre as práticas empresariais na gestão de projetos e questões sociais, ambientais e econômicas apontem para novos modelos de gestão baseados nas dimensões da sustentabilidade. Docente Responsável: Profa. Dra. Claudia Terezinha Kniess.

Profa. Dra. Claudia Terezinha Kniess [Currículo Lattes]

• Sustentabilidade em Cadeias de Suprimentos [+ info]

Este projeto eixo tem como objetivo geral investigar os resultados e as mudanças provocadas pela implantação da gestão ambiental no comportamento e na estrutura das organizações, envolvendo as áreas desde Gestão Empresarial, Licenciamento e Certificações Ambientais, Projetos, Produção Mais Limpa, Finanças, Controladoria, Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Compras, Marketing, Armazenagem, Transportes, Distribuição, Logística Reversa, Reuso, Recuperação, Reciclagem, Tratamento e Destinação Final de Resíduos, enfim envolvendo o ciclo de vida dos bens e serviços em toda a Cadeia de Suprimentos Verde dentro de um segmento empresarial. Docente Responsável:Prof. Dr. Fabio Ytoshi Shibao.

Prof. Dr. Fabio Ytoshi Shibao [Currículo Lattes]

• Sistemas e Ferramentas de Gestão Ambiental [+ info]

Este projeto-eixo abrange a investigação sobre modelos de gestão ambiental e gestão de outros temas correlatos em sustentabilidade adotados por organizações, bem como das ferramentas de gestão associadas a tais sistemas. Estuda os motivos e estratégias que levam as empresas a implantá-los; o métodos de implantação; e as inovações de gestão introduzidas e a capacitação necessária do pessoal envolvido, bem como os indicadores para avaliação dos resultados. Modelos estudados podem incluir ISO 14001, OHSAS 18001, SA 8000, NBR 16001, Atuação Responsável, e ou outros. Ferramentas de apoio tipicamente incluem auditorias, ecoeficiência, avaliação e gerenciamento de riscos, rotulagem ambiental e certificações ambientais, logística reversa e manufatura reversa no gerenciamento de resíduos, educação ambiental, entre outras. As interações com ferramentas originadas da gestão de qualidade e produtividade tais como sistemas integrados de gestão, ISO 9001, TQM, FMEA, Lean manufacturing e six sigma também são objeto de estudo na medida em que estejam inseridas como ferramentas da gestão ambiental nas organizações. Docente Responsável: Prof. Dr. Alexandre de Oliveira e Aguiar.

Prof. Dr. Alexandre de Oliveira e Aguiar [Currículo Lattes]

• Aspectos Estratégicos da Sustentabilidade [+ info]

Com o aumento da importância estratégica da inserção do tema sustentabilidade nas organizações, ocorre uma mudança de perspectiva: ao invés de serem consideradas somente as tradicionais medidas econômicas e financeiras de desempenho, já consagradas e consolidadas, surgem novos aspectos críticos para o desempenho organizacional, que passa a compreender também as questões ambientais e sociais. Assim, torna-se necessário entender os resultados das ações das organizações, não só internamente, mas igualmente no que se refere ao ambiente em que atuam de uma forma mais ampla e também na sua relação com os públicos com quem interagem e que podem influenciar (e/ou serem influenciados por) os elementos representados nos sistemas de mensuração do desempenho organizacional. A partir dessa perspectiva, busca-se analisar os aspectos estratégicos da inserção da sustentabilidade nos Sistemas de Mensuração de Desempenho (SMDs) das organizações, com foco em três grandes temas: sustentabilidade (estratégias e práticas), mensuração de desempenho (conceituação e modelagem) e indicadores de desempenho (particularmente os indicadores de sustentabilidade, a partir do conceito de Triple Bottom Line). Com isso, pretende-se verificar quais são os principais elementos relativos à sustentabilidade e de que forma é realizada sua mensuração nas organizações, em termos da importância que lhes são atribuídos pelas organizações. Docente Responsável: Prof. Dr. Flavio Hourneaux Junior e Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel.

Prof. Dr. Flavio Hourneaux Junior [Currículo Lattes]
Prof. Dr. Marcelo L. D. S. Gabriel
[Currículo Lattes]

• Conflitos e Barreiras Ambientais [+ info]

Este projeto eixo tem por objetivo estudar os mais variados tipos de conflitos resultantes de impactos e agressões ao meio ambiente, analisar as formas de encaminhamento de suas soluções, e contribuir para a compreensão e enfrentamento de situações complexas que têm o Poder Público como um dos agentes. Abrange o desenvolvimento de estudos sobre conflitos ambientais envolvendo diferentes usos e ocupações do solo num mesmo espaço geográfico, quais sejam: regiões metropolitanas, bacias hidrográficas, “áreas protegidas”, entornos de áreas contaminadas e/ou susceptíveis a riscos etc. Meios judiciais e extra-judiciais relacionados às responsabilidades ambientais e mediação em processos de licenciamento ambientais (tendência) são enfatizados. Abrange também disputas de comércio internacional resolvidas no âmbito da OMC e “barreiras técnicas” (p. ex: diretivas européias) que apresentam características de protecionismo ambiental, bem como casos de arbitragens envolvendo problemas ambientais entre diferentes países. É dada ênfase na forma como os embates se originam e se manifestam, na atuação e comportamento dos atores envolvidos, nos mecanismos e instrumentos de negociação utilizados e no desfecho dos conflitos, quando isso ocorre. Docente Responsável: Prof. Dr. Mauro Silva Ruiz e Profa. Adriana Ponce Coelho Cerântola.

Prof. Dr. Mauro Silva Ruiz [Currículo Lattes]
Profa. Adriana Ponce Coelho Cerântola [Currículo Lattes]

• Direito Ambiental [+ info]

A satisfação do conforto humano vem acumulando uma série de impactos negativos na qualidade dos recursos naturais. Desde a década de 1960, quando a discussão sobre a qualidade ambiental ganhou contornos de prioridade internacional, se discute a capacidade de autorregeneração do meio ambiente. Apesar de instrumentos legais de proteção do meio ambiente terem sido criados internacional e nacionalmente, a sociedade vive situações delicadas que apontam para possíveis esgotamentos de recursos naturais em razão do mau uso ou da contaminação do meio. Este projeto propõe o estudo da evolução do Direito Ambiental a partir de sua consolidação como Ciência, com normas e princípios específicos, e sua interface com os fatos políticos, sociais e econômicos, a fim de estimular a uma reflexão ética dos problemas ambientais que afetam o planeta, bem como permitir uma análise crítica que possa contribuir para a busca de soluções de conflitos a partir da criação e/ou revisão da legislação ambiental. Docente Responsável: Profa. Adriana Ponce Coelho Cerântola.

Profa. Adriana Ponce Coelho Cerântola [Currículo Lattes]

• Ecoinovação [+ info]

Os resíduos gerados pelas indústrias processadoras de mandioca (fecularias) apresentam uma grande quantidade de nutrientes capazes de gerar a eutrofização das águas. Esses efluentes despejados indiscriminadamente nos rios e lagoas podem resultar em efeitos adversos, tais como: poluição das águas, problemas de odor, morte de peixes, formação de toxinas, efeitos nocivos à saúde humana etc. Dessa forma, o tratamento de efluentes não são apenas desejáveis, mas sobretudo, obrigatórios a fim de minimizar os impactos gerados ao meio ambiente. A grande maioria das agroindústrias utiliza lagoas anaeróbicas para tratamento desses efluentes devido ao alto custo da eletricidade dos sistemas de tratamento aeróbico. É durante o tratamento anaeróbio que se forma o biogás, cuja mistura de gases é composta por grande quantidade de metano que é um gás poluente e, se liberado para atmosfera de forma indiscriminada, pode impactar no efeito estufa. Entretanto, o biogás pode ser recuperado da lagoa anaeróbica de tratamento de resíduos e, por sua vez, aproveitado para geração de energia elétrica nas fecularias por meio da tecnologia de biodigestores, diminuindo assim os impactos no meio ambiente. O desafio central deste projeto é, então, fomentar e aprimorar uma tecnologia de tratamento de lagoas de dejetos a partir da utilização de biodigestores, aproveitando energeticamente e de forma mais adequada o gás metano gerado nessas lagoas. Docente Responsável: Profa. Dra. Claudia Brito Silva Cirani e Profa. Dra. Claudia Echevenguá Teixeira.

Profa. Dra. Claudia Brito Silva Cirani [Currículo Lattes]
Profa. Dra. Claudia Echevenguá Teixeira [Currículo Lattes]

• Ecologia Humana e Sustentabilidade Urbana [+ info]

O morador da metrópole constrói seu espaço e atua em seu meio ecológico através dos conhecimentos que adquire em suas experiências cotidianas e através dos mecanismos de transmissão de saberes. As sabedorias são resultados das experiências individuais como emoções, valores, memória do lugar, entre outras. Dessa forma, é relevante conhecer e compreender como as populações urbanas percebem o ambiente em seu entorno, como também suas relações intra e interespecíficas. Este projeto-eixo visa compreender a percepção ambiental de populações sobre espaços urbanos públicos (praças e parques) e privados (quintais residenciais), bem como seu uso. As relações humanas com recursos naturais, bem como os anseios da população precisam ser melhor compreendidas pelos gestores ambientais. Docente Responsável: Profa. Dra. Ana Paula do Nascimento Lamano Ferreira.

Profa. Dra. Ana Paula do Nascimento Lamano Ferreira [Currículo Lattes]

• Gestão de Recursos Hídricos [+ info]

O Brasil é considerado um país onde a água é um recurso abundante, havendo uma tendência de se pensar que estamos seguros quanto ao seu fornecimento. Essa percepção, entretanto, pode ser bastante enganosa, tendo em vista que o consumo excessivo e a poluição ambiental podem comprometer a disponibilidade desse recurso, inviabilizando seu aproveitamento. Isso pode ainda ser agravado com a concentração populacional, o que reduz a disponibilidade hídrica para cada habitante, demandando investimentos crescentes em captação e tratamento de água. Este projeto de pesquisa foi concebido tendo como elemento norteador a identificação das políticas e públicas e iniciativas no âmbito das organizações, que promovam uma melhor gestão de recursos hídricos. Essas políticas podem ser desenvolvidas em três contextos diferentes, mas que operam de maneira complementar: i) atuação dos comitês de bacias, buscando organizar as demandas em face dos recursos hídricos disponíveis; ii) o desenvolvimento de programas de incentivo à redução do consumo de água, redução das perdas na rede de fornecimento e fomento à água de reuso são práticas que devem ser incentivadas, de maneira crescente, pelas companhias de distribuição; iii) desenvolvimento de projetos que busquem otimizar processos e promovam o uso racional da água nas organizações. Projeto de pesquisa desenvolvido em cooperação com a Universidade do Porto (Portugal). Docente Responsável: Prof. Dr. Pedro Luiz Côrtes.

Prof. Dr. Pedro Luiz Côrtes [Currículo Lattes]

• Efeitos da Poluição na População da Cidade de S. Paulo [+ info]

Este projeto estuda os efeitos no bem-estar físico e mental do homem resultantes das crescentes modificações ambientais. Este projeto traz o ser humano como termômetro das mudanças ambientais, contemplando situações mais comuns e atuais de suscetibilidade da saúde do homem e os efeitos decorrentes de diferentes pressões ambientais. O estudo dos mecanismos envolvidos decorrentes de alterações do solo, água, ar e alimentos nas diversas formas de saúde coletiva e individual em conjunto com os diferentes perfis de suscetibilidade humanos possibilita o desenvolvimento de ferramentas capazes de se integrarem com as políticas de saúde coletiva, avaliação dos fatores de risco e indicadores de saúde das populações expostas. O projeto também engloba a saúde e bem estar nos ambientes sustentáveis, à luz das iniciativas de certificação de construções sustentáveis e os efeitos na saúde das modificações climáticas globais. Ferramentas de apoio tipicamente incluem auditorias, bioestatística, epidemiologia, estudos toxicológicos, ensaios clínicos, farmacovigilância, farmacoeconomia, e análises de risco. Pesquisa desenvolvida em colaboração com o Laboratório de Pesquisa em Poluição Atmosférica da Universidade de São Paulo, Queensland University of Technology (Austrália) e com o apoio da Organização Mundial de Saúde. Docente Responsável: Prof. Dr. Gustavo Silveira Graudenz.

Prof. Dr. Gustavo Silveira Graudenz [Currículo Lattes]

• Gestão de Resíduos [+ info]

Este projeto tem por objetivo estudar a gestão e aspectos de governança dos resíduos (prioritariamente sólidos) enfatizando a coleta, armazenamento, transporte e encaminhamento para reciclagem e/ou reaproveitamento. Enfatiza a gestão em nível de instituições (p.x: universidades), de redes de reciclagem (coordenadas por ONGs ou OSCIPs), de empresas e de entidades representativas de setores industriais (p.ex: ABINEE). Um dos itens de maior interesse concentra-se nos resíduos da indústria eletroeletrônica. Docente Responsável: Prof. Dr. Mauro Silva Ruiz.

Prof. Dr. Mauro Silva Ruiz [Currículo Lattes]

• Instrumentos de Planejamento e Avaliação Ambiental [+ info]

Tem por objetivo desenvolver pesquisa aplicada com instrumentos de planejamento ambiental que proporcionem adequada inserção da variável ambiental na tomada de decisão nas diferentes escalas de planejamento, desde a concepção de políticas, planos, programas a projetos de engenharia, como apoio ao desenvolvimento de políticas públicas e iniciativas empresariais. Este projeto-eixo caracteriza-se pela ampla utilização das ferramentas de gestão e avaliação de impacto ambiental, empregadas com a finalidade macro de planejamento ambiental e promoção da sustentabilidade. Neste escopo destacam-se os instrumentos de Avaliação de Impacto Ambiental, Licenciamento Ambiental, Avaliação Ambiental Estratégica, Recuperação de Áreas Degradadas, Avaliação de Sustentabilidade, Zoneamento Ambiental, Planos de Bacias Hidrográficas, Planos de Manejo, dentre outros. Nesse contexto, o recorte das pesquisas pode variar bastante e englobar diferentes esferas de decisão do poder público e privado. De modo geral, a abordagem esperada inclui o desenvolvimento de pesquisas que utilizem instrumentos de planejamento ambiental, consagrados ou em consolidação, que contribuam para a tomada de decisão com a inserção adequada da variável ambiental de modo a promover o desenvolvimento sustentável. Docente Responsável: Profa. Dra. Amarilis L. C. F. Gallardo.

Profa. Dra. Amarilis L. C. F. Gallardo [Currículo Lattes]

• Políticas Públicas para a Produção de Biocombustíveis [+ info]

Estuda a produção e uso de fontes alternativas de energia no mercado internacional e no Brasil, como consequência da crescente conscientização das sociedades com relação à dependência mundial da energia proveniente do petróleo, cuja oferta é atendida por países sujeitos a instabilidades política, econômica e social. A gravidade da poluição do ar nas áreas urbanas é um aspecto que também deve ser considerado, dadas as consequências ambientais e para a saúde humana, assim como sua contribuição para a redução do efeito estufa. Esses aspectos têm atuado de maneira conjunta, para estimular o desenvolvimento de combustíveis alternativos aos derivados do petróleo, que sejam não apenas menos poluentes como, também, renováveis. Engloba o estudo das principais matérias-primas para a produção de biocombustíveis, a análise da produtividade dessas matérias-primas, assim como a identificação dos principais países produtores. Considera também a identificação das barreiras e incentivos para a transformação dos biocombustíveis em commodity internacional, como é o caso do etanol. Acompanhamento da tendência mundial de produção e uso de fontes alternativas de energia com ênfase na elaboração de políticas públicas para uma maior inserção do Brasil nesse mercado. Docente Responsável: Profa. Dra. Heidy Rodriguez Ramos.

Profa. Dra. Heidy Rodriguez Ramos [Currículo Lattes]

• Comportamento Ambiental [+ info]

Verifica-se, cada vez mais, uma mobilização das pessoas em relação às questões ambientais, o que é potencializado pela maior disponibilidade de conteúdos nas diversas mídias, incluindo as redes sociais e repositórios digitais de fotos e vídeos. Isso afeta diferentes grupos sociais, gerando reflexos em suas atitudes e em seu comportamento e repercutindo nas suas respostas às políticas públicas e estratégias empresariais. Este projeto de pesquisa busca identificar as atitudes das pessoas em relação às questões ambientais, caracterizando o seu comportamento em relação a estas questões e verificando suas repercussões nas políticas públicas e nas estratégias empresariais. Projeto desenvolvido em cooperação com as seguintes instituições: Universidade do Porto (Portugal), Universidad de Barcelona (Espanha), Universidad Autónoma de Madrid (Espanha), Universidad Castilla-La Mancha (Espanha), Universidad de Buenos Aires (Argentina), Universidad de la Frontera (Chile), Universidade do Minho (Portugal), Universidad Autónoma del Estado de Hidalgo (México) e Instituto Politécnico de Leiria (Portugal). Docente Responsável: Prof. Dr. Pedro Luiz Côrtes e Prof. Dr. João Alexandre Paschoalin Filho.

Prof. Dr. Pedro Luiz Côrtes [Currículo Lattes]
Prof. Dr. João Alexandre Paschoalin Filho [Currículo Lattes]

 
 







 
 


Selecione abaixo uma de nossas unidades e clique ao lado para ter mais informações:




Memorial
Av. Dr. Adolpho Pinto, 109
Barra Funda - São Paulo-SP

Mapa da região
Atendimento a Candidatos
© 2008 - 2010 UNINOVE
Todos os direitos reservados
Download Widget RSS da Notícia RSS do Evento Termos de Uso
e Política de Privacidade